Organizada originalmente por algumas pessoas em Lisboa, acabou por ser acolhida em várias regiões de Portugal.

 

Manifestação de 15 de Setembro une Portugal contra a Troika

 

As críticas na Internet começaram a chover quando, um grupo de pessoas, aparentemente sem ligação, decidiu organizar uma manifestação. Horas depois, os rumores eram de que esta era uma manifestação organizada por membros do Bloco de Esquerda. Até ver, não havia problema algum, uma vez que as intenções eram claras, conforme se pode ler no evento principal, de que “este é um apelo de um grupo de cidadãos e cidadãs de várias áreas de intervenção e quadrantes políticos”. A manifestação não era apartidária. A mensagem estava clara e com o tempo as acusações terminaram.

Há cerca de uma semana, Pedro Passos Coelho fez um discurso demolidor da confiança dos Portugueses, o que levou a serem criados eventos um pouco por todo o Portugla.

A partir daí, fosse ou não uma manifestação partidária, deixou de haver o controlo necessário ao ponto de ser feita uma adenda ao evento principal a apelar a uma manifestação não violenta.

Segundo algumas fontes que o Tugaleaks contactou, as pessoas “estão há espera de tudo”, com ou sem violência. Poderá ser uma manifestação espontânea como certas pessoas poderão vir com o intuito da violência.

Os media estão fortemente empenhados na cobertura desta manifestação. No entanto, é apenas após o discurso de Passos Coelho que houve esse empenho.
A história mostra que Passos Coelho tem um dom de dizer as coisas em maus momentos, porque em Outubro do ano passado anunciou medidas de austeridade perto do dia da manifestação de 15 de Outubro.

O Tugaleaks tem várias vezes por dia listado os eventos – que também estão disponíveis no nosso fórum – com os números de pessoas que vão na nossa página de Facebook.
Vamos também estar presentes, e fazer o que esperamos ser um dos maiores trabalho fotográficos já feitos por nós.

 

Blog oficial

Página de Facebook

Ver
Esconder