Passado menos de uma semana do evento que marcou Portugal, amanhã segue-se nova onda de protestos contra a Troika e as medidas de austeridade.

 

21 de Setembro

 

Os eventos têm sido divulgados no nosso Facebook e também no nosso fórum.
Cavaco Silva vai reunir com o seu “conselho”, e Portugal vai mais uma vez estar lá para protestar.
Faz-se ainda saber que recentes notícias apontam para um possível chumbo constitucional do aumento da TSU, o que pode ir de encontro à queixa crime que o Tugaleaks apresentou contra passos coelho.

Os eventos, a saber, são:

Angra do Heroísmo:
Evento no Facebook

Aveiro:
Evento no Facebook

Braga:
Evento no Facebook

Bragança:
Evento no Facebook

Caldas da Rainha (autocarro para Lisboa):
Evento no Facebook

Coimbra:
Evento no Facebook

Faro:
Evento no Facebook

Funchal:
Evento no Facebook

Guarda:
Evento no Facebook

Leiria:
Evento no Facebook

Lisboa:
Evento no Facebook

Moncorvo:
Evento no Facebook

Pombal:
Evento no Facebook

Ponta Delgada:
Evento no Facebook

Porto:
Evento no Facebook

Santa Maria da Feira:
Evento no Facebook

Viseu:
Evento no Facebook

Londres
Página Facebook

EUA e Canadá:
Evento no Facebook

 

Mais informações no nosso fórum ou no site oficial da organização.

 

Organização não responde ao Tugaleaks

O Tugaleaks enviou no início desta semana um pedido de entrevista com algumas perguntas, sendo que podem ser perguntas únicas, uma vez que como movimento ligado fortemente à Internet, não queremos certamente saber o mesmo que os mainstream media.
As perguntas foram:

– Como vêm o sucesso da manifestação feita por Portugal inteiro contra a Troika?
– O vosso blog foi efectivamente apagado? Tencionam apresentar queixa-crime contra o Google Portugal?
– Este colectivo que se formou irá ter continuidade ou fazer outras actividades?
– O que pensam dos eventos “pós-manifestação” já criados, nomeadamente, na próxima sexta-feira?

A resposta ás duas perguntas do meio nunca foi dita em comunicação social, comunicados de imprensa ou outros.
É dever do Tugaleaks passar a verdade da informação. Saber se a censura vai ter repercursões numa queixa-crime é algo bastante importante. Do mesmo modo, saber da continuidade da plataforma que organizou estes eventos é igualmente importante
Pelo facto, o Tugaleaks expressou o seu desagrado no Facebook há minutos.

 

Voltamos a apelar a uma manifestação sem violência. Os militares também são filhos, alguns pais, e muitos deles consideram-se também cidadãos.

 

Ver
Esconder