São mais de 50 os sites lançados pelo numa operação dos Anonymous Portugal denominada #OPortugalCrossScript levada a cabo pelo C!RCU!T Sn3ak3r.

É uma lista com 58 sites vulneráveis. Da lista de sites destacam-se a SIC Notícias, o Jornal do Fundão, Museu Nacional de Arqueologia, UNICER, Procuradoria Geral Distrital de Lisboa, Instituto Superior Técnico, Instituto da Solidariedade e Segurança Social, Direcção Geral de Arquivos, Câmaras Municipais de Setúbal, Cantanhede e muitos mais.

 

O Tugaleaks entrevistou este membro da Team Whit3 Portugal que diz estar a fazer esta lista para “mostrar que vários sites conhecidos têm vulnerabilidades graves” e “também para chamar a atenção as pessoas que têm sites”. Acredita que o Governo “não se preocupam tanto em proteger-se” acrescentando “mas devia”.

 

SIC, Governo, Juntas, Câmaras, Ministério Público e mais de 50 sites vulneráveis a ataques informáticos

 

O ataque XSS é muitas das vezes descrito como um ataque “sem importância” devido ao pouco efeito que ele tem, mas ele explica que “os ataques XSS podem causar dano, quando é bem explorado e criado um cookie logger” e adverte que “não são só vulneraveis a XSS, como por exemplo o http://www.ebia.edu.azores.gov.pt/ é vulnerável a XSS, SQL Injection; http://www.ebia.edu.azores.gov.pt/index.php?mode=view&id=554 e painel de administrador com link facil http://www.ebia.edu.azores.gov.pt/admin/ , resumindo não tem protecção nenhuma. As falhas SQL Injection e XSS são as mais perigosas. E Pelo menos essas duas devem ser corrigidas, a outras que também são perigosas mas não tanto como essas duas”.

 

Ver lista de sites no Pastebin

 

O Tugaleaks questionou este hacktivista sobre o estado da corrupção em Portugal. Este respondeu-nos que “tal forma visível que os próprios deputados têm vindo a abandonar seus cargos, porem esta corrupção ainda é transparente aos olhos de muitos portugueses (o povo), que rejeitam de forma drástica a verdade, onde os média entram com a suas “generosas palavras”…” e deixando a ideia de que a corrupção “é evidente, só não vê quem não quer, e em quanto o povo não abrir os olhos a corrupção irá continuar, e até muito provavelmente virá a subir de nível”.

 

Ver lista de sites no Pastebin

 

 

Página dos Sudoh4k3rs desactivada

“Derrubam um, levantam-se dez” é um dos lemas que muitas vezes vemos os Anonymous dizer. Foi o caso da página dos Sudoh4k3rs que lutam contra a pedofilioa e que foi apagada do Facebook. Segundo um comunicado deixado na sua nova página, estes hacktivistas dizem que “Pedofilia e Pornografia infantil é real e está na Internet á vista de todos”. Eles estão “revoltados contra quem denunciou (…) e contra o Facebook, por aceder e permitir a censura á nossa página. Mais revoltados ficamos por ver milhares de páginas com pornografia e teor sexual ou perfis, neste mesmo Facebook, e após denuncias por vezes em massa, o Facebook considera que os mesmos não violam nenhuma regra e continuam Online”. A nova página, com poucos dias, já tem quase 500 “gostos”.

 

 

Comentários

8 Comments

  1. bem tanta estupidez junta que nem sei por onde começar…

    antes de mais as falhas de xss non persistent, falhas que se encontram aos pontapés pela web, e esta falha nem sequer e aceite em exploits…

    xss é a mais perigosa lol, entao lfi, rfi, arbitrary file upload, remote code execution, etc..

    falam em sql só sabem que e vulnerável porque o havij diz que é…

    típico de Script Kiddie usam as tools dos outros, aparece uma injeção que precisa de Waf e fud** não sabe o que fazer..

    só falta dizer que estão vulneráveis a ddos :$

    good luck Script Kiddie

  2. O Estado esse Grande PATRÃO

    Os empregados do Estado em Portugal existem fundamentalmente para melhor enganar, aldrabar, vigarizar, desviar e roubar o próprio PATRÃO (Estado) em completa legalidade, impunidade e imunidade pois há que precisar que tudo na Constituição Portuguesa (a fazer passar por deficiente mental o maior dos vigaristas) se encontra reunido de uma forma magistral e exemplar para favorecer, beneficiar e proteger em exclusivo os empregados do Estado e em nada o PATRÃO.
    Os empregados do Estado são todos aqueles que recebem uma remuneração em troca de um suposto ”trabalho” na chamada função pública. Ex. : Presidente da Répública, Primeiro Ministro, Ministros, Parlamentares, Secretários, câmaras, juntas, finanças, militares e etc., etc., etc., etc., etc.
    O engraçado e mais estranho e estúpido nisto tudo é que o PATRÃO (Estado) é o próprio POVO que não tem poder absolutamente algum nas decisões da Répública e nunca terá porque a Constituição assim não o permite ao contrário do poder absoluto dos Políticos que mandam de mão de tiranos e cara de Anjos.
    Impossivel de se encontrar PATRÃO mais condescendente, generoso, ignorante e cego.
    Também por isso é que nunca houve não há e nunca haverá melhor ”emprego” que o de ser empregado do POVO (Estado).
    CONCLUSÃO : Temos que acabar completamente e radicalmente com a Constituição Portuguesa e criar uma nova Répública de raíz ou adoptar um sistema político estrangeiro que se saiba funcionar.
    ASSINADO : Aremando Zarpa

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder