O FBI admitiu que, devido a uma falha de segurança num software, os Anonymous podem ter roubado cerca de 100.000 documentos do Governo dos Estados Unidos.

Uma campanha que começou há um ano atrás pode ter dado frutos aos hacktivistas do colectivo Anonymous. Segundo a Reuters, que obteve um memo do FBI, os Anonymous entraram em vários departamentos do Governo dos Estados Unidos e obtiveram um número de documentos ainda por calcular mas que se calculam serem perto de 100.000.

 

FBI admite que os Anonymous roubaram cerca de 100.000 documentos ao Governo dos USA

 
Esta informação do FBI, distribuída na quinta-feira passada, descreve os ataques como sendo “um problema que deveria ser abordado”.

Dos departamentos afectados destacam-se o US Army, Department of Energy e o Department of Health and Human Services.

No Department of Energy (o equivalente ao Ministério da Energia) foram recolhidos cerca de 104.000 informações pessoais de funcionários, contratos, nomes de familiares dos funcionários e informação sobre 2.000 contas bancárias.

Na origem desta desta ataque está a exploração de uma falha de segurança no Adobe ColdFusion, um programa para criar aplicações em Java.

 

Membro dos Anonymous apanha 10 anos de prisão

Enquanto uns conseguem entrar no Governo Norte-americano , outros são condenados. É o caso de Jeremy Hammond, um dos responsáveis por atacar a empresa Stratfor, cujos e-mails a Wikileaks tem divulgado.
Além dos 10 anos de prisão ao qual foi sujeito, terá ainda mais três anos em que as suas actividades online serão monitorizadas estando proibido de encriptar qualquer informação e sendo inclusivamente obrigado a pagar um programa de monitorização para ser controlado.
Findos estes 13 anos, Jeremy confessou que os seus dias de hacking terão já chegado ao fim.

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder