Diz-se que os jovens são o futuro. No passado dia 19 em Trofa, jovens dos 17 aos 24 anos disseram “não” às touradas.

O Tugaleaks divulga hoje, no relato destes jovens, como tudo aconteceu:

 

Manifestação anti-touradas organizada por jovens dos 17 aos 24 anos em Trofa

 

A criação de uma manifestação anti-touradas surgiu numa mesa de café em que todos os presentes (Nuno Palha, Rita e Tiago Tedim e Imagine) estavam extremamente indignados pela alegada “tradição” se realizar na Trofa. Desta forma, e sendo 3 elementos daquela conversa pertencentes ao grupo Imagine In Fest (composto por: Ana Veiga, Tiago, Ricardo e André Azevedo) pensamos em associar o grupo à causa já que o Imgine In Fest pretende acabar com a passividade dos jovens em relação a questões sociais importantes.
Lançamos o evento através do Facebook de forma a chegar mais rapidamente a um público variado, apresentando todos os nossos argumentos para que não restassem dúvidas sobre esta manifestação pacífica principalmente aos que são a favor da tourada.

 

Manifestação anti-touradas organizada por jovens dos 17 aos 24 anos em Trofa

 

O objectivo do grupo foi principalmente fazer com que as pessoas entendessem que se nós podemos intervir constantemente em costumes que nos são alheios (através de petições online contra atrocidades relativas aos direitos dos animais e humanos) porque não podemos então intervir nos nossos costumes e tradições? Não chega ficar em casa à espera que superiores o tentem resolver, o país é democrático e há que tirar partido disso! Para além disto, é reprovável que um país com belíssimas tradições e pioneiro em diversos assuntos continue a permitir a tortura de um animal para simples divertimento humano. Não se trata da cadeia alimentar neste caso, e ainda assim fazemos de tudo para o que os animais que comemos tenham a morte mais rápida e indolor possível, trata-se de um espectáculo em que torturam um animal e brincam com o seu instinto, e como se não bastasse durante as 24 horas anteriores: cortam-lhe os cornos, batem-lhe nos rins e nos testículos, colocam-lhe sulfato na comida para lhe provocar diarreias, untam-lhe os olhos com gordura para dificultar a visão, aplicam uma substancia nos cascos que provoca ardor obrigando-o a estar sempre em movimento e ainda lhe enchem as narinas com jornal molhado para que este só posso respirar pela boca, diminuindo assim toda a sua capacidade de defesa. Tudo para que o publico se divirta e os cavaleiros brilhem.

 

Manifestação anti-touradas organizada por jovens dos 17 aos 24 anos em Trofa

 

Há muita coisa ainda pela qual lutar, é certo, mas o facto de nos apercebermos que a Tourada está errada e querermos mudar isso é sem dúvida um passo evolutivo. Afinal de contas uma tradição deve acima de tudo enaltecer um país, não degrada-lo!

Apesar de minorias quererem manter a tourada activa nesta caso a democracia cai perante os Lobbies…
A principal questão é que a cultura serve para sensibilizar, civilizar, e tonar mais inteligente a humanidade! Desta forma, como pode sangue e tortura apenas para prazer visual, fazer parte da cultura de um País?
E assim é o nosso “grito de guerra”: Acabem com a tortura! Invistam na cultura!

 

Participação e organização da manifestação

Imagine In Fest
Ana Veiga, 17 anos, Alvarelhos/ Trofa
André Azevedo, 18 anos, Muro/ Trofa
Ricardo Azevedo, 17 anos, Santiago de Bougado/ Trofa
Tiago Azevedo, 22 anos, Santiago de Bougado/ Trofa

 

Principal apoio

Nuno Palha, 21 anos, Santiago de Bougado/ Trofa
Rita Tedim, 22 anos, São Martinho de Bougado/ Trofa
Tiago Tedim, 24 anos, São Martinho de Bougado/ Trofa

 

Imagine In Fest no Facebook

 

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder