BPI, PortugalMail e IOL são apenas exemplos dos ataques que têm acontecido desde dia 30 e 31. Hoje, já em 2012, foi a vez da Arkis, uma empresa de serviços de Internet.

JohnnyM aka PATRAOjhN é o autor desses ataques e explica ao Tugaleaks que apenas pretende apresentar falhas para serem posteriormente corrigidas.
O site do BPI Automóvel (mirror com deface) foi um dos alvos no dia 30. Seguiram-se também sites como o carros.portugalmail.pt e autoportal.iol.pt este último dois dias depois ainda se encontra com uma página em brancoe  sem conteúdo.

Em todos estes sites, foi apresentada uma mensagem semelhante a esta:

www_bpiautomovel_pt
clica para ampliar

 

Estes ataques vêm na sequência das contestações populares e do movimento de hacktivistas criado pelos AntiSecPT e os LulzSec Portugal nos últimos meses.
Neste momento, os movimentos deram criação a um novo canal chamado #AnonymousPortugal na rede AnonNet e daí poderá surgir um novo movimento.

Pela parte internacional também houveram revelações. Já este ano, pela Operação #OpWestPapua, a base de dados do Ministério do Comércio da Indonésia foi leakada aqui, segundo o @AnonDaily.

 

Máquina da empresa Arkis hackeada

Ainda no dia de hoje (1 de Janeiro) o Tugaleaks recebeu um report de que a mesma pessoa envolvida nestes ataques atacou também a máquina da empresa Arkis. Esta empresa, segundo o seu website (agora offline) desenvolvem “websites criativos e inovadores, com gestão de conteúdos. Soluções de publicidade, SEO e webmarketing”.

Essa hacker indica também que o site da NASA tem uma vulnerabilidade de XSS e que pode estar para breve uma tentativa de deface ao mesmo.

arkis.pt
clica para ampliar

Por agora, o site da Arkis dá para jogar Space Invaders. A lista de sites dessa mesma máquina está aqui.

Ver
Esconder