Por ordens da justiça Brasileira, alguns administradores de várias páginas dos Anonymous no Brasil estão a ser detidos. Ontem, houveram protestos em 21 estados.

Por alegadas ordens da justiça Brasileira, vários administradores das páginas dos Anonymous no Facebook, entre elas Blackblock RJ e Anonymous Brasil, estão a ser detidos. São já sete, no total, a quem a polícia lhes entrou em casa e os levou, incluindo a sua máscara.

 

Detenções de Anonymous e protestos em 21 estados marcam os últimos dias no Brasil

 

Segundo um relato publicado no blog Anonymous Brasil, “o judiciário do Rio de Janeiro declarou que está nos caçando. Além de sumariamente coagir todos que estiverem de rosto coberto ainda deram aval para ‘identificação criminal de integrantes dos chamados grupos black bloc; black bloc Brasil; black bloc rj; anonymous e anonymous brasil’ além de todos que estiverem usando máscaras ou capuzes. Abre-se precedente para poder identificar actividades de páginas on-line, ou seja, quebrar sigilo e perseguir movimentos sociais criminalmente.”

A cópia dos documentos, também deixadas no blog, mostram algumas páginas onde são dadas autorizações para identificar as várias páginas de Facebook indicadas no testemunho. O documento é datado de 2 de Setembro.

Um vídeo no YouTube, colocado pela Anonymous Vídeo Networks, indica que “após detidos, os membros dos Anonymous são levados directamente para a prisão como se fossemos criminosos”.

 

Dia da independência marcado por protestos

A polícia recorreu a gás lacrimogéneo e a balas de borracha para dispersar manifestantes. Existiram pelo menos 10 detenções e vários ferimentos.
Associações e movimentos de estudantes exigiram rápidas e concretas melhorias no ensino público.
Embora os protestos não tenham sido tão grandes e violentos como os de Junho passado, existiram vários confrontos com a polícia em várias cidades do Brasil

 

Ver
Esconder