Esta é apenas uma das muitas conclusões que um relatório da ANCP mostra onde o despesismo e falta de “ordem na casa” prosperam.

O Relatório de Actividades do Parque de Veículos do Estado (PVE) de 2011 elaborado pela Agência Nacional de Compras Públicas avança com números de frotas totais, distribuídas por ministérios e ministros e da forma como a mesma foi obtida.

Pode-se contabilizar que o estado tem cerca de 27.692 veículos.

 

Em 2011 o estado tinha 27 veículos para “uso pessoal”

 

Cerca de 40% dos veículos do estado estão sob a tutela do Ministério da Administração Interna, que inclui as forças de segurança da PSP e da GNR.
Já no Ministério da Defesa Nacional, o exército conta com 2.933 veículos e a Força Aérea com 833.

Existem 27 veículos classificados como uso pessoal. Segundo o relatório estão a ser alvo de correcção, no entanto o relatório de 2010 não são mencionados, significando que a sua aquisição ou transferência de propriedade ou uso foi efectuada entre 2010 e 2011.

A apreenção de carros pesa na frota do estado cerca de 7% sendo estes carros obtidos a “baixo custo” e cerca de 13% dos carros do estado têm menos de 5 aos.

 

A 21 de Junho de 2011 o DN bem como outros jornais deram destaque à notícia de que Pedro Mota Soares, ministro da Solidariedade e Segurança Social, chegava de “vespa” ao Palácio da Ajuda. Na altura, o Ministro afirmou, em declarações à comunicação social, que “O país vive numa situação difícil e o Governo vai ter muito trabalho pela frente. A repartição de sacrifícios tem de ser justa”. Nessa mesma altura o seu Ministério tinha 740 carros ao serviço.

Ver
Esconder