Já há alguns dias activistas se queixavam de censura e eliminação de mensagens. Ontem chegou a vez do Tugaleaks, onde praticamente toda a equipa do nosso Facebook foi “bloqueada” .

 

Tugaleaks censurado no Facebook

 

Em causa, esta imagem, que embora não passe uma mensagem que todos gostem, é uma opinião como todas as outras, talvez um pouco forte até.
Para haver uma ideia de como o nosso Facebook funciona, cada pessoa tem a sua opinião e faz imagens ou coloca-as vindas de outros lados.
Naquele momento, eram cerca das 5 da tarde de ontem, começou a haver problemas em colocar mensagens ou fazer likes. Trinca minutos mais tarde, a reacção foi esta, por parte de um membro da administração da nossa página de Facebook:

 

Tugaleaks censurado no Facebook

 

A partir daí, mais de 5 pessoas (que à data deste artigo conseguimos contactar) ficaram impedidas de fazer likes ou enviar mensagens, todas elas administradores da nossa página de Facebook Mas não é tudo. Contactámos algumas mais de 10.000 pessoas que partilharam a imagem original no Facebook (que ainda lá está colocada) via chat e também foram impedidas de enviar mensagens ou fazer likes.
Estima-se que podem ter sido bloqueadas mais de 10.000 pessoas, ou apenas por coincidência as que contactamos. Não sabemos.

E não sabemos porque desde o início e dada a conjuntura gigantesca do Facebook, não é possível contacto directo com esta empresa.
Sendo a maior rede social usada em Portugal, o Facebook tem tido algumas críticas sobre a sua gestão e há alguns dias haviam mesmo pessoas que se queixavam que tinham apagado posts e comentários.

Em relação aos bloqueios, podem passar por avisos, bloqueio de um, três ou quatro dias.

Como pode uma pessoa ser bloqueada por partilhar uma imagem de um grupo no seu mural, e a imagem continuar lá?

É uma boa questão. No entanto, o apoio dos nossos utilizadores continua bem visível na nossa página de Facebook.

 

Facebook Censurado

EDITADO ÀS 20H: o Tugaleaks emitiu um comunicado sobre as recentes acusaões que tem sido vitima, por favor ler aqui

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder