Antes da filha do Presidente, teria sido o antigo marido a ocupar o lugar. O sobrinho do Presidente da Câmara também está nos quadros, agora como secretario. É uma autarquia em família.

Com 28 anos, Sandra Carneiro assume cargo de adjunta do Gabinete de Apoio à Presidência. A filha do Presidente da Câmara Fernando Carneiro é quem assumiu recentemente funções de adjunta no gabinete do pai.

No executivo anterior existia uma chefe de gabinete, um secretário e um adjunto. A reestruturação, necessária para poder acomodar a filha do Presidente da Câmara, fez com que passasse a haver duas adjunta, (uma era a chefe de gabinete, que passou a adjunta) e a filha do Presidente da Câmara.

 

Castro Daire _

Já o sobrinho do Presidente faz parte também do mesmo gabinete, mantendo-se como secretário.

Ao Correio da Manhã comentou que “Perdi a confiança pessoal e política no anterior adjunto e nomeei a minha filha. Não há qualquer ilegalidade, todos o fazem”.
No entanto, ao Tugaleaks, questionado sobre o facto da decisão do autarca poder interferir num processo judicial, onde Sandra Carneiro se encontrava em divórcio litigioso, não prestou qualquer, não foi dada qualquer resposta após várias tentativas.

 

Salvar os netos com o lugar da filha?

Por norma, em processo de divórcio litigioso, é noral que a guarda dos filhos passe para quem tem mais poder económico. Desta forma, segundo um advogado contactado pelo Tugaleaks, assegura-se o “bem estar da criança” nunca deixando no entanto “de haver contacto com a mãe, salvo excepções raras”.
A receber mais de 2000EUR brutos, Sandra Carneiro vê assim o seu vencimento subir para um valor acima do seu companheiro, o que lhe pode trazer uma vantagem judicial.

 

A nomeação já foi publicada em Diário da República no início de Janeiro.

castrodaire

 

 

Ver
Esconder