Um fiscal da CP enviou uma mensagem a uma cidadão deficiente motora depois desta ter reclamado no sue mural do Facebook sobre as condições em que viaja.

Chama-se Maria Lino e sofre de artogripose múltipla congénita. Para sair de Alverca para qualquer outro local usa o comboio, mas nem sempre e fácil.
Para sair em algumas estações depois das onze e meia da noite, ou por vezes antes, torna-se impossível devido à falta de pessoal para a colocação da rampa que permite a uma cadeira de rodas sair do comboio. Isto leva a que Maria Lino tenha que avisar que vai viajar numa determinada hora com dois dias de antecedência. Avisar por e-mail nem sempre é eficaz porque o e-mail não é lido a tempo, situação que se resolve por telefone na altura.

 

Linha - CP

Segundo disse em entrevista ao CMTV houve uma vez em que se esqueceram literalmente que ela ia no comboio.

 

Revisor insultou pelo Facebook

Depois de publicar no Facebook o seu descontentamento com esta situação, recebeu uma mensagem privada de um revisor que afirmou à cidadã que reclamava pelos seus direitos “Aconselho-te vivamente a procurares um psicólogo porque tens um problema mental”. Despediu-se ainda “atenciosamente” e identificou-se perante a cidadã.
Enviada esta informação à CP, fomos informados de que “relativamente à questão relacionada com a mensagem no Facebook está a ser alvo de averiguação interna, como sempre ocorre quando existem reclamações. Apurados os factos, caso se comprove que constituem violação do dever laboral, serão retiradas as devidas consequências”.
A CP informou ainda que “o pessoal de bordo da CP (revisores), sempre que é solicitado auxilio de desembarque de um cliente com dificuldade de mobilidade (mesmo que o serviço SIM não tenha sido especificamente agendado), procura dar resposta, na medida das suas possibilidades. Aliás, a CP tem reações de vários clientes que agradecem esta disponibilidade e colaboração. Aos colaboradores de contacto com os clientes é também ministrada formação especifica de atendimento a clientes com necessidades especiais, nomeadamente no âmbito das iniciativas desenvolvidas com a colaboração do Conselheiro para os Clientes com Necessidades Especiais”

 

Fiscal da CP insulta cidadã deficiente motora pelo Facebook

 

Revisores da CP alvo de contestações

Na Linha de Aveiro os problemas com revisores da CP são bastantes. No início de 2013 foi filmado um vídeo onde, por transportar uma cadela, um revisor da CP passou uma multa ao seu guardião tendo ainda chamado a polícia.
Há poucos meses foi noticiado no Tugaleaks que um fiscal da CP na mesma linha tinha multado um cidadão com passe adquirido e em dia. O cidadão acabou por ver penhorado o seu subsídio de desemprego e está ainda a pagar a multa da CP dois anos depois.

 

Quando vai esta cidadã ter direito a viajar nos horários em que todos os passageiros viajam?

 

Ver
Esconder