CRH fecha as portas, mas abre janelas!

O Grupo CRH presta serviços em regime de Outsourcing para dois dos maiores grupos empresariais em
Portugal, o Grupo Portugal Telecom e ZON, e “vai fechar as portas”.
Estes dois grupos dão trabalho a mais de 2000 trabalhadores das Empresas CRH SGPS.
Apresar de ter sido apenas a Empresa do Grupo (CRH – Consultoria e Valorização Rec. Humanos, Lda)
declarada insolvente pelo Tribunal do Comércio de Lisboa em 30 de Novembro de 2010, temos a informação
que todo o Grupo CRH vai fechar as portas.
Relembramos que o Grupo emprega mais de 3000 trabalhadores.

Este foi um comunicado do SINTTAV um sindicado ligado às telecomunicações. Download do comunicado completo aqui.

Após investigação, o Tugaleaks descubriu que:

  • os trabalhadores temporários da CRH temporários estão a ser despachados no final do mês
  • os trabalhadores efetivos da CRH estão a obter novos contratos por uma empresa chamada Newspring

O Tugaleaks estranha esta situação. Existem trabalhadores temporários que valem mais que os definitivos em termos de competências e resultados, bem como o contrário. Por isso, decidimos ir mais longe.

Uma pesquisa no Google revela que a Newspring é a mesma empresa do grupo ou que o  Grupo CRH.
O site do Portal da Justiça confirma a situação:

A CRH, SOCIEDADE GESTORA DE PARTICIPAÇÕES SOCIAIS S.A. existia e teve insolvência. A 18-05 é criada a empresa NEWSPRING – GESTÃO DE OPERAÇÕES, S.A. ou seja, também uma sociedade anónima.

O Tugaleaks tem informação de vários trabalhadores contactados para esta situação.

Nesta noticia vemos que vai haver dilatação de pagamento aos criadores, possivelmente também às empresas a que devem. Neste caso criando uma nova empresa e tendo a “velha empresa” como insolvente, evitam o pagamento total de dívidas.

Será que foi uma insolvência ou uma reestruturação com lavagem de dinheiros misturada?
O mistério fica no ar e o Tugaleaks fica atento.

Ver
Esconder