Continuam os gastos avultados na Assembleia da República em plena crise. Em 2014 e só para ajudas de custo tanto em Portugal como no estrangeiro foram gastos 3.102.770,90EUR.

As ajudas de custo destinam-se a apoiar financeiramente os deputados mais as pessoas que possam ter pedido esse apoio e o valor obtido pelo Tugaleaks refere-se apenas ao ano de 2014.

Contactado o Gabinete do Secretário-Geral da Assembleia da República, fomos informados de que “não nos é possível dar nota individualizada (sobre 230 deputados mais aqueles que, durante o ano, pediram a substituição) do valor das ajudas de custo pagas, em 2014, aos Senhores Deputados”.
Desta forma, fica por saber quem gastou mais e de que partido. 

No entanto, foi-nos divulgado os números totais de ajudas de custo pedidas para Portugal e para o estrangeiro.
A saber, o valor global é de 3.102.770,90EUR. Este valor está dividido entre duas parcelas:
– 2.953.560,11EUR, segundo a AR, “referentes a ajudas de custo em território nacional (essencialmente dos trabalhos parlamentares na AR – plenário e comissões)”
– os restantes 149.210,79EUR são “relativos a ajudas de custo sobre deslocações ao estrangeiro”

Em pleno clima de crise, estes são as “ajudas” que o contribuinte e o cidadão pagam para algumas centenas de deputados.

Contas feitas, por deputado – embora se assume que nem todos gastaram este valor, mas alguns o gastaram de forma mais avultada – cada deputado gastou em média cerca de 13.490EUR em 2014.

 

659b633c73fa75b9f907409caacd2cab_L

 

Deputados: os Portugueses custam 980% mais que os Americanos

De acordo com um artigo publicado no Tugaleaks em Agosto de 2014, tendo por base um post no blog “Eu acuso”, os deputados portugueses custam mais 980% do que os deputados dos Estados Unidos.

Segundo o blog “matematicamente, os deputados americanos em salários custam a cada um dos norte-americanos 23 cêntimos de euro, enquanto os salários dos deputados portugueses custam a cada um dos portugueses 98 cêntimos“, ou seja, “comparativamente e em proporção aos PIB per capita norte-americano e português, cada um dos deputados portugueses custa per capita 9,8 vezes, ou 980%, mais do que os seus homólogos norte-americano“.

Ver
Esconder