Quem lê o Diário de Notícias pôde hoje ver na página 24 uma breve a meio da página que falava sobre os Anonymous e os LulzSec Portugal.

A breve  falava do ataque feito dia 20 de Novembro e novamente ontem à noite ao site do Provedor de Justiça, onde apresentava, segundo o grupo, vários corruptos.

Segue o scan do Jornal, clica para ampliar:

Artigo no DN afirma que Anonymous "incitam à desobediência civil"

O Tugaleaks vem por este meio transmitir ao jornalista ou agência onde esta notícia originou que (infelizmente) o símbolo dos Anonymous não é o logótipo da LulzSec Portugal. Também informamos que estamos sempre ao dispor para informar qualquer órgão de media ou pessoa singular que queira verdadeiramente distinguir factos incorretos da realidade atual.

O Grupo Anonymous Portugal não tardou também a responder a esta notícia. Contactado pelo Tugaleaks, obtivemos a seguinte resposta:

Os Anonymous Portugal são ativistas legais e pacíficos. Incitam a curiosidade e o espírito crítico, para que cada um possa decidir o que é a sua própria liberdade. Dentro desses parâmetros, congratulamos quem defende a liberdade de expressão e a partilha de informação.

Vemos a imprensa nacional a não fazer bem o seu trabalho de pesquisa. Vemos desinformação e difamação. Os Anonymous são a ideia da liberdade, da partilha do conhecimento. O trabalho feito por estes jornalistas é medíocre, para dizer o mínimo. A Internet e noutros jornais internacionais, assim como estudiosos do movimento, podem com certeza elucidar os jornalistas portugueses a perceberem o que são os Anonymous. Aconselhamos uma visita à Wikipédia.

 

 

Ver
Esconder