Vários deputados e políticos locais em Elvas foram convidados para as comemorações do o 10 de Junho, mas apenas para as que se realizam no dia 9!

Hoje, véspera do Dia de Portugal, também conhecido como Dia de Camões, de Portugal e das Comunidades Portuguesas, já existem comemorações em Elvas. Esta foi a cidade escolhda por Cavaco Silva para comemorar um dos feriados que ainda não foi retirado, ao contrário de outros que tiveram o seu término recentemente.
No entanto, nem tudo é de “Portugal” ou o dia para os Portugueses.

 

 

Elvas: convite para as comemorações no dia 10 de Junho feito apenas a certos partidosFoto: Revolta Tuga

 

Tiago Abreu é membro da Assembleia Municipal de Elvas há 14 anos. Mantém uma página no Facebook onde, entre outras informações, publicou a foto da carta que viria a dar informação ao Tugaleaks para noticiar que os moradores do centro histórico de Elvas eram “obrigados” a pintar as casas de branco para possivelmente Sua Excelência, o Presidente da República, poder ver as casas brancas quando ali passar o feriado.

Mas mais recentemente, denunciou também outra situação. Conta no seu Facebook que “[r]ecebi via CME um convite para as comemorações do 10 de Junho que se reporta unicamente…ao dia 9!”. Afirma ainda, na mesma publicação, que “[o]s deputados municipais, os partidos com assento na Assembleia Municipal, não foram convidados para estar no dia 10. Considero isto uma verdadeira falta de respeito quer da Câmara quer da Casa Civil do Senhor Presidente da República. Com muita, mas muita pena minha liguei agora para a CME não confirmando a minha presença nos eventos de dia 9 (os únicos para que recebi convite)”.
Remata por fim, dizendo que “[a] campanha eleitoral pelos vistos já começou” e que “Elvas é e será uma festa permanente até ao dia das eleições.”.

Uma fonte que mora na localidade confirma a situação, e indica que quem vai dia 10 são “uns quantos elvenses que são convidados não por mérito mas por assinarem o livro de apoios da candidatura do PS” e que, a propósito do artigo das casas brancas, que efectivamente hoje estão todas brancas e que algumas foi a Câmara Municipal que pintou, mas sem multas.

O Presidente da República já pode assim ver as casas brancas, e no dia de Portugal resolveu não convidar quem tinha uma cor partidária diferente.

 

E o leitor, acha que será este um dia de Portugal ou um dia para alguns Portugueses?

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder