O Tugaleaks recebeu este comunicado e fotos, que divulga na integra. Em causa um “protesto” contra a EMEL (empresa que gere o estacionamento em Lisboa).

 

Activistas fazem acção de protesto contra a EMEL na passada noite

 

Decorreu esta noite em Lisboa uma acção de protesto contra a EMEL por parte de um grupo de cidadãos preocupados com aquilo que consideram ser um roubo aos lisboetas e a todos os que aí trabalham .

Os activistas, que se identificam com a ideia Anonymous, percorreram várias artérias do centro da cidade e “bloquearam” cerca de 200 parquímetros numa acção que, para além do simbolismo evidente, procura aplicar a Lei de Talião a uma empresa municipalizada. O bloqueio consistia na colagem de flyers nos parquímetros e no encobrir dos visores graças ao uso de sprays de tinta colorida.

Foram particularmente visadas as seguintes zonas: Avenidas Novas, Saldanha, Estefânia e Av. António Augusto Aguiar. A mesma fonte referiu à Tugaleaks a preocupação havida em “bloquear” parquímetros junto a dois jornais de grande tiragem (o CM e o Público) de modo a que a comunicação social mainstream não possa dizer ignorar o facto e garantiram ser esta uma forma de protesto que pretendem continuar.

Fotos no Facebook do Tugaleaks

Download das fotos

 

Ver
Esconder