Loading...

Hoje o Tugaleaks entrevista Indrominado. Activistas com música, faz RAP há mais de 10 anos. No final da entrevista temos ainda o seu trabalho para DOWNLOAD GRÁTIS!

Indrominado

Indrominado, para quem não sabe quem és, conta-nos um pouco de ti, o que fazes e como te assumes na vida.

Olá a todos e em especial ao Tugaleaks. Sou um mero cidadão como todos os outros, tenho as dificuldades dos outros, vivo o mesmo que os outros. Mas, desde cedo que me aliei a uma forma de luta e de protesto, o RAP. Comecei em 1999 na altura era tudo muito fresco, arcaico, enfim o começo é sempre um começo. O importante é não desistir, persistir, acreditar sempre em nós mesmos e nunca ligar a terceiros; fazeres e pensares por ti, nunca pelos outros. Hoje sinto o dever de lutar mais ainda numa época em que parece que nos querem engolir e sufocar…por isso estou do lado dos 99%, asumo-me um anónimo, não sou nenhum hacker e apenas uso a musica como forma de luta, sempre baseada na intervenção politica e social.
E por isso não me considero nem mais nem menos que ninguém tento “pregar” e apelar á verdade dos factos, assim como denunciar a incríveis e brutais atrocidades a que infelizmente somos obrigados a assistir todos os dias usando sempre a música como arma.
Se é ilegal então estou aqui… nunca me irei esconder ou fugir.

Conhecemos-te como músicas como o “Amo-te” que tinha um estilo romântico e agora vemos-te com música de intervenção. O que se passou para haver essa mudança? Como houve essa viragem na tua vida?

Na altura não fazia ideia do que era o HipHop ou RAP, .tinha ouvido falar ouvia umas coisas do norte que foi a minha grande influencia mas o verdadeiro sentido de rap não fazia ideia o que era. O “Amo-te” foi algo muito maior que o RAP, não foi pelo RAP que o fiz foi por amor a uma pessoa.; o RAP não era sem duvida a essência desse som, contudo O RAP ficou dentro de mim cresci com ele e hoje passados 11 anos, as coisas mudaram muito. Hoje com 27 anos de idade faço o que sinto que é intervenção mais ou menos agressivo. No fundo não faço para vender nem para impressionar tudo o que é meu está e será sempre gratuito seja fisicamente ou virtual quando aprendi o que era o RAP aprendi isto, ser humilde, sem nunca me vender nem mudar de estilo para agradar as massas
Faço RAP para mim e para os meus, nunca me deixarei levar pelas modas, o RAP que faço será sempre este…porque acredito que o rap é isto…

Então que é para ti o RAP?

É luta, amor, intervenção, poesia, liberdade de expressão… e não esse musica ilusionista que alguns utilizam para distrair e atrair as massas, comercializando a sua alma e tudo aquilo a que um dia chamaram de AMOR. Por isto tudo e por esses elementos que fazem da musica e do rap um lugar para serem conhecidos. Sinto-me cada vez mais no dever de combater mesmo que um dia seja o único a defender esta filosofia.
Não sou o maior nem o único, mas o que faço é a favor de um mundo e de um país melhor. Apenas transporto uma mensagem que todos deviam partilhar e transportar comigo!

Foste para a faculdade?

Não, não cheguei a ir para a faculdade. Quando era mais novo sonhava em ser jornalista, hoje em dia trabalho em televisão e se este é o jornalismo que existe então graças a Deus que o conheci por dentro, no seu núcleo onde o seu podre não pode ser escondido, num país como este ou no estado em que este está vamos para a faculdade para que? Cada vez mais existem cursos fantasma e ir para a faculdade para depois ter de apagar as habilitações literárias do CV porque os patrões preferem gente com menos qualificação para pagarem menos? Naaa… nao me parece…o ppl tem de ser criativo., sermos capazes de criar a diferença. Conheço muita gente que tem apenas a quarta classe e sabem quem é o presidente da republica, o primeiro ministro e o que foi o 25 de abril. Ser qualificado não quer dizer ser culto, inteligente… hoje em dia e em Portugal só quer dizer que tens um papel. Se fores a porta das universidades e fazeres um vox pop vais te desiludir.

O que achas da educação em Portugal?

Em relação a dedicação vejo isto como um clube de futebol e crise, mudam tantas vezes de treinador e de sistema que nunca chega a existir um alicerce sólido para que as coisas avancem. Uns dizem X outros chegam e dizem Y e andamos nisto…nesta tômbola dum lado para o outro sem norte ou direção. É triste…é triste…aqueles que nos instruem são totalmente esmagados pelo estado… não sei onde vai isto parar…

De um modo geral, como culpas o estado do país? Foram os políticos, a Europa, ou outras “forças”?

Pergunta traiçoeira hahaha…. não tenho a mínima duvida que a culpa não morre só….a culpa é dos 35 anos de roubo….desde o 25 de abril….eu não tenho partido mas para vos situar encontro-me mais á esquerda mas não deixo de culpar a esquerdo pelo que fez no pos-25 de abril onde andam as grandiosas reservas de ouro? As terras no oriente e não só? Venderam tudo… deram tudo… tivemos o mundo… e hoje não temos nada, temos um reputação completamente manchada e um soberania quase perdida. Foram 35 anos de aproveitamento de um povo analfabeto e pobre, hoje já todos encheram a mula da esquerda até a direita, ninguém esta isento de culpas, a Europa e o euro é só mais uma manigância para nos controlarem~e nos prenderem a uma dependência fi nanceira sendo um país que nada tem e tão pequeno, seremos sempre engolidos por essa vaga
franco-alemã.

E o que achas das sociedades secretas?

Entristece-me o facto das sociedades secretas terem influencia na politica…tais como a Maçonaria, Skull and Bones e outras tantas… como é que as coisas são transparentes se o que está por detrás dos governos, sistemas monetários, cadeias alimentares e não só… são sociedades cheias de secretismo e simbolismo suspeito? Fala-se muito nos Illuminati, para mim esses são todos aqueles que fazem parte de estruturas e organizações corruptas… todos aqueles que lutam pela destruição do mundo, se são maçons, budistas, cristãos, ateus, etc. etc… não interessa a cor nem a religião, para mim todos os que lutam no sentido inverso de um mundo melhor, são illuminati ou o que quiserem chamar. Para mim são todos o mesmo: o cancro do nosso mundo.

Fizeste um álbum para download grátis. Sobre o que é? A quem se dirige?

O álbum chama-se “Antí-Sistema”, está disponível nos nossos sites e paginas. Este álbum é tal como o nome indica Anti-Sistema…desde a faixa 1 á faixa 9 existem comentários políticos e intervenções de alguns deputados da assembleia da republica e do parlamento Europeu. É sem dúvida dirigido a todas a força politicas sobre a forma de luta e combate político-social seja em Portugal ou no resto do mundo…pois não nos cingimos apenas a um país mas também ao mundo como um todo, humaninade, e á natureza deste planeta que com tristeza o aclamam o planeta dos idiotas…

Indrominado & Big – AntiSistema – 2012 (Álbum) by NUCLEU URBANU RECORDZ

 

 

Ouvir no SoundClick

 

Download do MediaFire

 

Página do Indrominado no Facebook

 

Bons downloads legais!

Comentários

Loading...

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *