Quantos de nós podemos dizer que lutamos contra a corrupção e somos altamente prejudicados por isso? José Manuel Coelho pode dizer isso. E muito mais, nesta entrevista.

Entrevista com José Manuel Coelho

Acusações a Jardim começam nas obras que foram feitas e que estão fechadas sem dinheiro para pagar aos funcionários para lá estar e acabam em “homens” do jardim terem atacado fisicamente José Manuel Coelho no passado. Ainda em passado, o Tugaleaks reportou no passado mês de Maio um ataque de violência para com este cidadão.

O partido deste cidadão não interessa nem está aqui em causa. Num estado de direito, ou melhor, no estado de direito da madeira, parece que a democracia está como as bananas: tortas ou curvas.

Coelho fala também da justiça. Não confia na justiça e aceita sempre o que a primeira instância dita. Falou de um conhecido que ao não aceitar e recorrer, ficou a pagar ainda mais.
A comunicação social também está enraizada de amigos, conhecidos, e amigos de amigos. A madeira é uma ilha, numa república: a das bananas.

Foi fácil chegar à conversa com José Manuel Coelho. É uma pessoa acessível e com tempo. Resta saber porque é que a maior parte dos media o ignora.

A entrevista, com duração e 15 minutos, foi conduzida pelo fundador do Tugaleaks, Rui Cruz.

Partilha pelos teus amigos se achas que a corrupção na madeira (mas também no continente) tem que ter um fim!

Comentários

15 Comments

  1. este senhor tem um descaramento digno de nota.

    vem ele falar nos telhados de vidro dos outros sem olhar para os seus.

    o unico objectivo deste senhor foi arranjar um tacho para a filha de 23 anos no parlamento da Madeira e nada mais.

    1. voce deve de ser mais uma beneficiaria dos tachinhos psd. devia de ter vergonha quando fala dessa forma! se voce sofresse na pele o que custa viver com (ou sem ordenados) tao baixos que nem sobra para comer

  2. O tuga queixa-se da corrupção mas no entanto continua a votar em Alberto João Jardim, Isaltino Morais, Fatima Felgueiras etc,, O povo tem o que merece.

  3. Gostei desta entrevista, mas acho que se querem expor a situação na Madeira tem muito por onde andar. Podem começar por explicar à sociedade Portuguesa em geral o que foi a organização terrorista da FLAMA. Verifiquei quem é que lá andou, e onde estão essas pessoas hoje!! Verifiquem que da autonomia se fez uma bandeira da região autónoma toda ela baseada na bandeira da FLAMA. Verifiquem tudo isto no livro do Luis Calisto (sujeito que agora denuncia mas que também já fez parte da FLAMA) – Achas na Autonomia. espero ter contribuído obrigado.

  4. A madeira tem,a democracia antes do José Manuel Coelho e depois do José Manuel Coelho, doía a quem doer.
    Agora perdeu-se mais o medo de denunciar as verdade que acontecem neste país. e fundamentalmente na Madeira.
    Daí que a situação actual apareceu em praça pública todo este rosário de verdades

  5. e depois este deputado é que é maluco!!!!! andou e anda a advertirtodos os madeirenses da merda e enriquecimento do joãozinho e chamam-lhe doido…..deveria era haver no continemte muitos deputados como este para denunçiar e ver se esta podridão que prolefira na assembleia da republica deixa de exestir

  6. A pura realidade, o único com credibilidade, por alguma razão o meu concelho foi onde ele teve mais votos.
    Deviam publicar esta entrevista todos dias no facebook, podia ser que a malta abrisse os olhos.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder