Loading...

Censura nunca antes vista à Wikileaks foi praticada pelo Facebook.

Wikileaks recomendou alternativas à censura, que foram usadas por milhares de pessoas para disseminar informação censurada pela rede social Facebook.

Os e-mails – ao todo mais de 20.000 – são pertencentes ao Democratic National Committee dos USA e prometem agitar a vida política com as eleições à porta. Os e-mails podem ser vistos (e partilhados) aqui.

Alegadamente, várias pessoas estavam a queixar-se de que não conseguiam fazer a divulgação desses e-mails na rede social Facebook, e a Wikileaks divulgou num Tweet uma alternativa:

Após isso, o What Chief Security Officer do Facebook, Alex Stamos, divulgou que o problema “estava já resolvido”.

loading...

Impera portanto saber como pode o Facebook bloquear conteúdo aleatoriamente?

Conforme diz Nate Swanner, do The Next Web, “o facto do problema da Wikileaks estar resolvido não é o ponto principal (…) existe uma ambiguidade tremenda sobre o que pode ou não ser publicado no Facebook, e isso é um problema”.

 

No passado, até páginas foram censuradas sem motivo aparente. Em 2012 foi mesmo o caso da página de Facebook do Tugaleaks, censurada sem qualquer motivo durante mais de um ano.

 

Comentários

Loading...

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *