Movimento com quase dois meses termina atividade devido à falta de adesão e coesão em grupo. O Tugaleaks esteve presente ontem e acompanhou com informações enviadas posteriormente par ao nosso site.

Eram 3h de sábado. Um dos membros do Tugaleaks dirige-se a uma Assembleia que deveria começar às 18h30m e que não começou. Estavam apenas lá 4 pessoas. Tem sido assim há bastante tempo, e vamos descobrir porquê.

 Ocupar Lisboa

Hoje em dia os movimentos ativistas têm a função de lutar por um bem comum melhor. Mas quando esse bem comum é na realidade o umbigo que cada um tem na sua barriga, deixa de ser um movimento cívico, mas sim um movimento próprio.
Os reports que têm chegado ao Tugaleaks e em parte testemunhados são os de nem sempre se preocuparem com o próximo e de muitas vezes usar não só recursos mas também contactos dos movimentos para estabelecer relacionamentos pessoais que culminam na divisão em dois ou mais grupos desse movimento.
Foi o que aconteceu.

Podemos pegar no exemplo do jantar de despedida ontem, onde aparentemente era anunciada uma festa que iria durar a noite toda. Na verdade, a noite foi passada com menos pessoas ainda do que estavam quando o Tugaleaks chegou. A falta de compromisso global em manter o que foi acordado é repetitiva e condenou o movimento à partida.

Temos o exemplo do que resultou dessa festa, onde de um lado tínhamos a declaração oficial do Ocupar Lisboa que dizia “(…) a Assembleia Popular e o Jantar Popular em S.Bento correram bem. Há algumas pessoas que pretendem continuar a pernoitar em S.Bento, e/ou também estar lá durante o dia, portanto não será necessário “desocupar São Bento (…)” outra, na mesma página, dizia que “(…) Não foi decidida acção directa nenhuma, e sim apenas a decisão de manter as coisas por S.Bento (…) o que vi foi individualismo, pessoas a falarem com vista apenas para o próprio umbigo, porque não vi qualquer preocupação face a arranjar condições a quem la ia ficar essa noite e próximas”.

O Ocupar Lisboa nem sempre foi mau. Deve-se acreditar no movimento, porque um movimento nascido no próprio dia e com reconhecimento Internacional criado em Portugal por Portugueses gerou crédito a nível Internacional.

No dia seguinte, Domingo, uma carrinha da Câmara Municipal e a policia levantaram “ancora” ao barco que ontem partiu.

Para recordar, as últimas fotos do Ocupar Lisboa tiradas pelo Tugaleaks podem ser vistas aqui:

no images were found

 

Download em HD

 

Fotos anteriores em HD tiradas dia 10 de Novembro e 26 de Novembro.

Editado a 13-12 1h50m:

O movimento Ocupar Lisboa quer deixar claro que tendo acabado a ocupação física em São Bento podem vir a surgir outras ocupações ou ações por parte do movimento.  Esperem-nos.

Comentários

Responder a Anónimo Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder