O Tugaleaks é um órgão de comunicação social social verdadeiramente independente. Não temos qualquer publicidade no site. Consulta aqui o nosso relatório de transparência mensal.

Envia a tua denúncia anónima aqui

Com uma montra virada para a rua, um cidadão decidiu gravar um pequeno vídeo do acontecimento, que se está a tornar viral nas redes sociais.

Tentámos obter o local da alegada visualização de um vídeo onde se mostra um homem a visualizar o que parece ser um filme pornográfico, mas tal não foi possível averiguar com exatidão.

O vídeo, partilhado inicialmente pelo Azeitugal, uma página de Facebook dedicada a partilhar momentos humorísticos em Portugal, teve o comentário “o tuga nunca vacila. Invejosos vão dizer que aliviar a tensão em pleno horário de trabalho faz mal à saúde <3”.

Entre os comentários, destacam-se críticas à seguradora, como “foi por isso que na carta verde que recebi hoje vem o meu nome mal escrito… e na altura que recebi o aviso de pagamento tinha a matrícula errada… ia mandar mail a reclamar… mas afinal esta justificado…” ou ainda “está aí a explicação para a demora nos processos”.

O vídeo foi ainda criticado por expor a cara do indivíduo. O Tugaleaks procedeu à proteção dos dados pessoais do interveniente. O vídeo pode ser visualizado aqui, com as devidas proteção:

 

 

A seguradora eu causa foi contactada, mas recebemos apenas a resposta de que o nosso pedido de informação de que “na sequência do seu pedido, informamos que o mesmo foi encaminhado para o departamento competente”.

 

Mais polémicas com conteúdo para adultos

Foi em 2016 que se deu a célebre polémica no Campus de Justiça: tinham sido filmadas pessoas a fazer uma dança do varão no escritório, isto é, numa secção de um DIAP.

Na altura o vídeo foi partilhado e visto nas redes sociais e criticado pela atitude que os funcionários tiveram no local de trabalho.

 

Conheces outros casos deste ou outro género?
Eles podem ter voz no Tugaleaks. Envia a tua denúncia!

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *