O Tugaleaks é um órgão de comunicação social social verdadeiramente independente. Não temos qualquer publicidade no site. Consulta aqui o nosso relatório de transparência mensal.

Envia a tua denúncia anónima aqui

Uma falha de segurança num site ligado ao Millennium BCP permitiu aos hackers divulgarem nomes e números de funcionários do banco.

O Millennium BCP, banco que recentemente aumentou o capital 2250 milhões de euros, viu-se envolvido num “problema” recente criado por um ataque informático.
Liderado por Nuno Amado, o banco pretende com este aumento de capital diminuir a sua “dependência” do Estado.
O site Clube Millennium BCP é um site que, segundo informações recolhidas através da linha de atendimento do banco, “é o clube que o banco tem que oferece algumas vantagens” que é “um clube para colaboradores”. A mesma linha informou que “o colaborador tem uma quota e é assim que o clube de sustenta”.

O site, embora não esteja alojado nos servidores do Millennium BCP, pertence à Associação Cultural e Desportiva dos Colaboradores do Grupo Banco Comercial Português e pensa-se ser gerido por esta mesma associação.

 

millennium_bcp

 

 

No seguimento da notícia divulgada ontem pelo Tugaleaks sobre a operação System Failed – #OpSystemFailed – os Anonymous divulgaram informações de nomes e números de funcionários do banco que estão neste “Clube”.

Na divulgação, os Anonymous deixaram claro que “o povo é quem mais ordena“.

 

Contactada uma fonte ligada ao banco, esta confirmou que conhecia alguns dos nomes, sendo desta forma uma lista verídica.

 

Leia também: Millennium BCP e o negócio dos juros

 

O Millennium BCP foi contactado para confirmar a veracidade desta lista, mas sem sucesso.

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *