A Fundação O Século – Uma Fábrica de Amor –  parece ser, na opinião de alguns funcionários, um local de de cunhas e tachos.

Em documento recebido pelo Tugaleaks, a instituição é referenciada como “uma gestão completamente danosa” e que daí resultou, entre outras coisas, ordenados em atraso.

Largamente financiada por dinheiros públicos – quer da Segurança Social, ou de outros apoios semelhantes – a instituição encontra-se em atraso com pagamentos de subsídios, que deveriam ter sido pagos há vários meses.

De acordo com o mesmo documento, acusam o presidente da instituição, Emanuel Martins, de ter colocado vários familiares em posições-chave.

Contactada a fundação, fonte oficial informou que a fundação “esteve para fechar em 2012” mas “foi eleita nova administração com o propósito de evitar o encerramento de uma instituição que perfaz 90 anos no próximo ano de 2017”. Não atribuiu, contudo, a má gestão como causa, mas sim o facto da fundação se estar “espoliada do seu financiador natural, a Feira Popular de Lisboa, e da receita de 2.600.000€/ano que a C. M. Lisboa se responsabilizou a pagar, e que incumpriu desde 2010.”.

Em relação soa pagamentos,  a mesma fonte confirmou que “face à debilidade da tesouraria a F.O.S. informou antecipadamente a todos os trabalhadores a sua impossibilidade de proceder ao pagamento do subsidio de férias na data de 15 de Junho, procurando faze-lo o mais cedo que lhe fosse possível”.

O subsídio de férias foi pago no início de Setembro e o ordenado de Agosto foi também ele pago com uma semana de atraso. Os funcionários vivem um clima de incerteza a cada mês que passa.

 

A família do presidente

De acordo com informações obtidas pelo Tugaleaks, existem vários familiares do presidente da fundação, Emanuel Martins, a saber:

a) Secretária do Presidente: Cláudia Martins, filha,
b) Diretor Geral: Carlos Mártires, enteado,
c) Responsável de Armazém: Mário Martins, filho
d) Responsável do Takeaway: Carla Teixeira, nora.
e) Nutricionista: Vanessa Fernandes, nora
f) Responsável de Manutenção: Nuno Mártires, enteado
g) Seguros do Século / Equipe de limpezas: Fernanda Martins,, esposa

Embora na resposta inicial ao nosso pedido, a fonte oficial tenha indicado que estaria “sempre disponível”, o facto é que a confirmação desta informação tornou-se impossível, tendo o Tugaleaks aguardado cerca de um mês pela resposta, que nunca chegou. Ainda assim, por ser uma entidade com uma grande percentagem de financiamentos públicos, a resposta seria devida e até obrigatória.

Imagem: Cascais Triathlon

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *