Foram ataques quase em todo o mudo. Sites de vários países, incluindo em Portugal, acolheram mensagens de revolta de hacktivistas contra Portugal e USA.

A equipa de hackers da Team Whit3 Portugal lançou a segunda parte da #OpAntiGov, uma operação hacktivista com vista à denúncia de falhas em sistemas informáticos do Governo e dos seus partidos.
Num pastebin publicado ontem, são mostradas evidências onde os sites do PSD, PS, CDS e PCP tinham sito atacados e ficado offline.

Não foram esquecidos também outros alvos como a Escola Superior Agrária de Évora, onde embora o site já esteja a funcionar, se esqueceram de apagar um ficheiro onde os hackers colocaram a seguinte mensagem:

 

1230087_238445672982403_1727458216_n

 

Nos somos Anonymous. Esta e a mensagem dirigida ao 1% portugues: Nos somos os 99%. As pessoas que voces pisam sao as de quem voces dependem. As vossas politicas capitalistas nao serao mais toleradas. Queremos o nosso bem-estar de volta e o estabelicimento de uma sociedade verdadeiramente democratica. O Povo acordou e esta unido para combater contra a desumanidade causada pelo 1% em prol da moeda. Isto e apenas o inicio e a cada dia estamos mais fortes. Temam o Povo. Nos somos anonymous. Nos somos legiao. Nos nao perdoamos. Nos nao esquecemos. Unidos como um. Divididos por zero. Nao nos aguardem. Ja estamos aqui !

 

Pastebin da #OpAntiGov

Estados Unidos atacados

A mesma equipa de hacktivistas atacou também sites relacionados com os estados Unidos. Na operação intitulada #OpFuckUSA, estes hackers atacaram 260 sites. Neles, era deixado um ficheiro com o seguinte vídeo, cujo título em Português é “Sem mais guerras”.

 

Pastebin da #OpFuckUSA

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder