Os indicadores de Recursos Humanos organizam dados e produzem conhecimento para otimizar as estratégias dos colaboradores. Entenda!

Sem dúvida, a tomada de decisões de uma empresa deve ser feita através de evidências. Afinal, iniciativas pautadas em suposições ou alinhados meramente com a intuição dos líderes apresentam resultados a curto prazo. Ou seja, além de não ter uma estrutura sólida, o negócio se torna envolto por incertezas. Por isso, contar com KPI’s e relatórios de Recursos Humanos é indispensável para construir uma visão a longo prazo e ajudar a empresa a superar crises.

 

Um modo de agir estratégico e a tomada de decisões necessárias para determinado momento necessitam considerar dois elementos: relatórios e indicadores, em especial os KPI’s. Graças a eles, é possível obter informação precisa da realidade do negócio para processá-la e convertê-la em conhecimento. Assim, a decisão tomada será baseada em fatos, agregando valor ao esforço e maiores chances de sucesso.

 

Por exemplo, o processo avaliativo sobre uma compra empresarial ou a criação de um novo produto é complexo e demorado, algo que a busca por talentos também compartilha. Nesse sentido, os KPI’s e os relatórios de Recursos Humanos são indispensáveis para fornecer dados de alta qualidade, orientando essas decisões. Sem eles, não é possível se aproximar das necessidades da empresa, sua carência em habilidades ou em competências-chave.

Felizmente, hoje é possível aproveitar esses dois elementos de forma fácil, prática e aproveitando todo o potencial graças à digitalização. Dito de outra maneira, há softwares que automatizam uma série de tarefas burocráticas, coletando e organizando dados essenciais. Especificamente, um bom Dashboard de Recursos Humanos contém as principais ferramentas para que os indicadores sejam aproveitados ao máximo. Além disso, tal plataforma cria relatórios ricos em detalhes. 

 

Então, como os indicadores e os relatórios se combinam para melhorar o conhecimento sobre o negócio?

 

Os KPI’s de Recursos Humanos e seu papel na criação de conhecimento

 

Primeiramente, as metas e os objetivos possibilitam dirigir o rumo das ações e estratégias. Aliás, sem eles, o negócio andaria às cegas, um cenário que fica pior quando não há maneira de medir os resultados. Logo, os KPI’s possuem essa função, sendo possível aplicá-los em qualquer área da empresa. Basta escolher os mais adequados e prestar-lhes a devida atenção.

 

Com certo tempo de uso de softwares que trabalham com esses indicadores, os líderes começam a ter retorno sobre dados. Dessa forma, compreendem se seus objetivos foram alcançados ou não. Isto, por si só, já é indicativo, porém ainda há um longo caminho a ser percorrido para converter um dado em informação. 

 

É possível que a rotação tenha aumentado ou os tempos de processamento tenham sido reduzidos. O que não fica claro é a razão subjacente aos dois acontecimentos.

 

No entanto, a utilidade dos indicadores de RH não deve ser menosprezada. Pelo contrário, isso seria um erro grave. Sobretudo, é significativo analisar os dados e processá-los para alcançar o conhecimento autêntico. Por essa razão, é importante selecioná-los de forma adequada, uma tarefa que pode parecer complexa.

 

Atualmente, um software de RH facilita desde a criação até a seleção. Por exemplo, o da Bizneo reúne os principais indicadores e os agrupa por área. Consequentemente, o processo de seleção e o de acompanhamento são agilizados.

 

Automatizar o monitoramento e facilitar a sua gestão é um avanço considerável. Os especialistas da área de Recursos Humanos poderão permanecer focados em outras tarefas mais valiosas, como a análise em profundidade dos indicadores ou a aplicação de melhorias pertinentes a um processo de recrutamento e seleção. 

 

Portanto, os KPI’s de RH são potencializados com o uso de um software de qualidade. Todavia, o que acontece com os Relatórios de Recursos Humanos?

 

O peso dos Relatórios de Recursos Humanos na tomada de decisões

 

Os indicadores mostram, gradualmente, a realidade que afeta a empresa. Verifica-se se as ações tomadas surtiram efeito ou si os objetivos estão sendo cumpridos. No final, os líderes têm os dados necessários para conhecer os erros e os acertos. Porém, ainda falta a análise e a apresentação dos resultados obtidos.

 

A equipe de Recursos Humanos e a de outras áreas se encarregam de processar os dados. Dessa forma, eles podem ser contextualizados, deixando de ser exibidos como meros números. Logo, a compreensão é facilitada para os demais membros da empresa, como no caso da direção. Em seguida, os resultados serão levados aos relatórios de Recursos Humanos.

 

Mas, para que o processo seja o mais ágil possível, é necessário utilizar o software de indicadores de RH adequado. Com ele, não apenas se avança em velocidade, como também esses documentos são melhorados, tornando-os mais potentes. Inclusive, é possível automatizar a geração deles com as informações coletadas.

Quanto mais compreensível o relatório, melhores decisões serão tomadas. Com isso em mente, o software da Bizneo HR se posiciona mais uma vez como um bom exemplo. Ele permite implementar gráficos, personalizá-los e visualizá-los conforme as necessidades. Dessa maneira, é possível compreender os resultados com menos esforço. Aliás, estes podem ser incluídos no painel de comando para controle em tempo real.

 

Como os KPI’s e relatórios de Recursos Humanos impulsionam a empresa

 

Após coletar a informação e processá-la, o conhecimento se torna acessível. Ou seja, a situação da empresa deixa de ser desconhecida. Com essa base, é viável tomar melhores decisões, as quais estarão baseadas em fatos credíveis e reais. Graças aos relatórios de resultados, será permitido identificar as eventuais necessidades e os problemas que devem ser solucionados.

 

Ao unir KPI’s, relatórios de Recursos Humanos e softwares, as empresas adquirem um conhecimento amplo em quase todas as suas áreas. Isso viabiliza a adaptação adequada aos movimentos do mercado. Seja para descobrir quais habilidades os colaboradores devem ter ou adaptação à demanda do mercado, a combinação desses elementos é fundamental.

Graças à digitalização, determinar quais são os problemas concretos da empresa se torna uma tarefa mais simples. Por exemplo, é possível determinar a produtividade de um(a) colaborador(a) ou de toda a equipe, realizando uma análise preditiva. Com a enorme quantidade de dados disponível e o uso de algoritmos, consegue-se identificar problemas que estão prestes a surgir. Logo, recursos são poupados.

 

Resumindo, desprezar o poder dos KPI’s e dos relatórios de Recursos Humanos não é uma boa ideia, assim como é indispensável um bom software para RH.

 

A integração dos três elementos torna as decisões importantes mais fáceis.

Ver
Esconder