"Le Monde" elege criador do WikiLeaks como "homem do ano"

Não é no “tempo” é no Francês…

Julian Assange foi escolhido o “homem do ano” pela redação do prestigiado jornal francês “Le Monde”, que dedicará a capa e um artigo biográfico ao fundador do site WikiLeaks em seu suplemento semanal.
O diário é uma das publicações de grande circulação que se associou com o WikiLeaks para publicar milhares de documentos secretos da diplomacia americana.
Os internautas do “Le Monde” também elegeram Assange como “homem do ano”, com 56,2% dos votos, na frente do Prêmio Nobel da Paz Liu Xiaobo (22,3%) e do americano Mark Zuckerberg (6,9%), fundador do Facebook.

Ler mais desta notícia aqui…

Ver
Esconder