O Tugaleaks é um órgão de comunicação social verdadeiramente independente. Não temos qualquer publicidade no site. Consulta aqui o nosso relatório de transparência mensal.

Envia a tua denúncia anónima aqui

Neste sábado à tarde entre os Restauradores e a Assembleia da República os protestos foram a favor do direito dos animais.

Esta foi, segundo a organização, uma das maiores iniciativas do género realizadas em Portugal.

O evento, que tem o nome de Marcha Oficial pelos Direitos dos Animais 2019 | Lisboa é anual e foi criado pela organização britânica de defesa dos direitos dos animais Surge. Em Portugal foi organizado, pela primeira vez no ano passado, pelo grupo Acção Directa. Este ano tem o apoio dos Vegans for Love – Portugal. A primeira marcha foi realizada em Londres, em 2016, com 2.500 participantes. Em 2018 foi alcançada uma participação global de 28.000 pessoas marchando em 25 cidades em todo o mundo, exigindo o fim de toda a opressão animal. Este ano, 2019, só em Londres, estiveram presentes mais de 12.000 pessoas. O evento está a ser realizado, ao longo de três meses, em dezenas de cidades por todo o planeta.

A manifestação começou com algumas palavras de ordem e de informações gerais seguido do percurso, sempre acompanhado pela PSP.

Sem qualquer incidente, o grupo de mais de cem pessoas partiu até à Assembleia da República num percurso que durou cerca de duas horas.

Durante o percurso foram ouvidas várias palavras de ordem.

Como linhas gerais, esta manifestação defendeu:
– O direito de ser livre, não ser propriedade de alguém, ou de ter um tutor que aja no melhor dos seus interesses.
– O direito de não ser explorado, vítima de abuso ou morto por parte de humanos.
– O direito a que os seus interesses sejam representados nos tribunais e protegidos por lei.
– O direito a um lar, habitat ou ecossistema protegido.
– O direito de ser resgatado de situações de sofrimento e exploração.

O Tugaleaks acompanhou a manifestação e tirou várias fotos ao longo do percurso. A Lusa esteve também presente tendo criado uma breve notícia sobre o assunto.

Para veres as fotos exclusivas captadas pelo Tugaleaks podes utilizar este link.

 

Pretendes enviar uma denúncia?
Podes fazê-lo aqui de forma anónima.

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder