Cliente da sucursal de Santarém perde mais de dois mil euros. Millennium BCP recusa-se a devolver o valor, roubado, fruto de um assalto durante ao cofre noturno e à caixa do correio.

 

Depois de ser assaltado, Millennium BCP recusa-se a devolver valores a comerciante lesada

 

Esta pode não ser a única comerciante. Na agência do BCP de Santarém, contou-nos a própria, o depósito nocturno está avariado há mais de um ano. Por “sugestão” do banco, poderia ser colocado o dinheiro dentro da caixa do correio. Essa caixa devia ser inviolável ou o cofre nocturno arranjado. Nada disso aconteceu.

A um fim-de-semana a comercial iria colocar um novo envelope no cofre nocturno quando deu conta que as instalações do banco tinham sido assaltadas, nomeadamente o cofre nocturno – ainda estragado – e a caixa do correio.
Tentou apresentar queixa nas autoridades locais, o que não foi possível por o banco não ser propriedade dela.
Na segunda-feira seguinte apresentou-se no balcão para resolver a situação, e alguns dias mais tarde foi-lhe comunicada a “proposta” do gerente em receber metade do valor depositado.
De recordar que o cofre nocturno estava avariado há mais de um ano e que foi por sugestão da agência que eram depositados os envelopes dentro da caixa do correio. A saber também que os bancos têm seguros contra furtos nestas situações.

A queixosa apresentou queixa no Banco de Portugal e aguarda resposta do Millennium BCP. Pretende mudar de banco e afirma, caso a situação não esteja resolvida, avançar para tribunal.

Para ouvir, o relato da própria:

Esta notícia já tinha sido divulgada na Rede Regional, que chegou à conclusão de que “O problema surge porque não há registos electrónicos da operação”.

 

Depois de ser assaltado, Millennium BCP recusa-se a devolver valores a comerciante lesada

 

Esta é apenas mais uma cliente do Millennium BCP que está insatisfeito com o banco. Neste banco recebe dinheiros do estado e tem a ousadia de não devolver dinheiro legítimo aos seus clientes e, também, como já é conhecido, apelidar sites como o nosso de “terroristas”.
A comerciante de Santarém está desiludida com o banco. Assim como muitos Portugueses que têm conta neste banco ou que têm, quase sem “saberem”, dinheiro dos seus impostos para um banco que toma estas acções para com os seus clientes.

É, verdadeiramente, vergonhoso.

 

Imagens: Rede Regional

Comentários

2 Comments

  1. E digam-me!

    Seria diferente noutros bancos?

    Os bancos são diferentes em quê?

    O que nos leva a pensar que os bancos existem para nos ajudar?

    É um roubo! A cliente perde 2000€ e o banco quer perder só 1000€ o que é justo.

    O que não é justo é sermos roubados ou sermos roubados por quem roubámos.

  2. Onde está o problema,??

    Aceito perfeitamente a decisao do banco, como se pode verificar que realmente a cliente depositou o valor de 2000€, temos de ser criticos mas ter bom senso, tambem é necessario.

    Preocupante é os escandalos dos nossos politicos e governantes e a justica nao atua. “issi sim é noticia”.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder