Através de ondas de rádio, a NSA tem alegadamente acesso a 100.000 computadores sem ser necessário estes estarem ligados em rede desde 2008.

A tecnologia, denominada de Quantum, é usada desde 2008 para espiar computadores sem acesso à Internet. A tecnologia, segundo o The New Yorks Times, usa “um sinal de rádio que pode ser transmitido por qualquer placa ou dispositivo USB inserido no computador” que é depois enviado para “uma estação receptora que a agência pode ter a milhares de quilómetros de distância”.

Segundo o mesmo report, a tecnologia não está a ser utilizada dentro dos Estados Unidos, mas sim para espiar as restantes potências mundiais. Desde os serviços militarizados da China e da Rússia, passando pelos barões da droga no México e por algumas empresas na Europa bem como alguns terroristas.

 

NSA consegue espiar computadores que não estejam ligados à Internet

 

Esta tecnologia deixa transparecer que é possível, mesmo aos computadores que não estão ligados á rede, aceder ao seu conteúdo e espiar a sua actividade. Para isso, é no entanto necessário que alguém insira no próprio computador

A NSA respondeu, à France Press, indicando que “não usamos as nossas capacidades para roubar segredos aos outros governos “ e que “a actividade da NSA está focada apenas informação confirmada”, indicando que a informação que circula na Internet de que a NSA recolhe informação “arbitrariamente” é falsa.

Existem vários dispositivos que, segundo o Global Post, podem ser usados pela NSA: um cabo de 50 dólares para ligar ao monitor onde a NSA pode ver o que tu vês, por 40.000 dólares a NSA pode obter um aparelho que se parece com uma antena de GSM e pode monitorizar conversas nas imediações, entre outros artigos.

Ver
Esconder