Como se vive no Movimento Ocupar Lisboa

Como se vive no Movimento Ocupar Lisboa

São onze da manhã. O Tugaleaks dirige-se para o Ocupar Lisboa quando recebe uma chamada: “olha abrigamo-nos da chuva numa garagem ali perto, quando chegares avisa”. Ao descer a R. de São bento, notávamos logo ao chegar ao jardim da Assembleia que existiam duas carrinhas da Policia e alguns agentes da PSP, um assunto ao qual voltaremos a falar mais tarde.
Em frente ao Palácio de São Bento eram ainda visíveis os vestígios da manifestação de 25 de Outubro: grades e palavras de ordem escritas em papel, papel esse que a chuva e o vento danificou mas cujas palavras proferidas foram e serão intemporais. O objetivo do Movimento Ocupar Lisboa é que as grades não saiam e que contra chuva, fome, frio e problemas legais, haja uma ocupação pacífica em frente ao Palácio de São Bento. São o Movimento Ocupar Lisboa e são heróis nacionais dos quais os media não falam.

Já foram mais de 60. Hoje, são uma média de 8 com mais ênfase ao fim da tarde. As suas idades são dos 18 aos 25 embora haja exceções e existam não só pessoas mais velhas como também pessoas menores. Também não há qualquer sinal dos movimentos que organizaram e apoiaram o 15 de Outubro. Onde está a organização do 15 de Outubro ou o 12 de Março? Ali, não estão. Estiveram lá apenas três dias.

 

no images were found

 Download das fotos em HD – 26 fotos . 52 MB

 

 

Para sobreviver em tendas é sempre preciso apoio. Existe apoio de um restaurante local para usar a casa de banho, de uma casa de antiguidades e de um cabeleireiro para carregar os computadores portáteis e acima de tudo apoio dos populares.

 

Enquanto o Tugaleaks conversava com o Movimento recebemos a visita da Dona Florinda Ribeiro de 63 anos que entregou cerca de 10 carcaças que mais tarde foram usadas com queijo para servir de almoço. A Dona Florinda não tem internet, mas, sem pedir nada em troca, entregou do pouco que tem para estas pessoas que há quase um mês vivem com quase nada a não ser a sua dignidade e a sua indignação e esperança por um país melhor.

Um dos residentes no acampamento em frente ao Palácio de São Bento, Rogério Martins, está acampado desde dia 15 e só foi duas vezes a casa. Ao perguntarmos “o que é que esperava dali”, obtivemos a resposta óbvia: “eu quero mudar o mundo”.

O tratamento pela parte da PSP tem sido cordial e compreensivo para com os residentes noturnos e até têm havido cedências mútuas tanto da parte da PSP como do Movimento Ocupar Lisboa para poderem acampar com condições e segurança. Apenas pediram a uma pessoa para ser identificada, no dia em que houve atos de violência por pessoas supostamente ligadas a movimentos neonazis.

O movimento apela á comparência não só em Lisboa mas em todo o Portugal no dia 11-11-2011 pelas 11:11 no que se espera ser um grande dia para o movimento e para Portugal.
Contamos contigo!

Junta-te na tua cidade!

Protestos em 5 cidades

Portugal: 11-11-11 Ocupem as Ruas. Ocupem o Mundo

 

Site: OcuparLisboa.com

Página de Facebook: Ocupar Lisboa

Comentários

5 Comments

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder