O Tugaleaks é um órgão de comunicação social social verdadeiramente independente. Não temos qualquer publicidade no site. Consulta aqui o nosso relatório de transparência mensal.

Envia a tua denúncia anónima aqui

São mais de 10 os sites já fechados pelas ameaças da ACAPOR. Ameaças e pesquisas no Facebook por parte da ACAPOR são por eles consideradas ilegais.

O que pensarias se alguém pudesse saber informação privada que expões no Facebook? Poderá ser uma falha, ou poderá ser algo mais. Ainda assim, usar essa informação para chantagear e ameaçar, constitui crime. Segundo uma entrevista a um dos administradores do Portugal Series, foi isso que aconteceu e esse o motivo para o site fechar. O facto é que o Ox7 já se tinha queixado do mesmo

Portugal Séries: site encerrado acusa ACAPOR de ameaças e métodos ilegais

 

 

Como é que o antigo colaborador foi identificado?

Até agora ainda não sabemos como esse ex-membro da administração foi identificado. Mas suspeitamos que poderá ter sido por métodos ilegais. O que ficou claro é que utilizaram dados do Facebook como forma de intimidação. Pois nos seus emails, enviaram uma fotografia onde estava a esposa desse antigo colaborador e noutro existiam passagens do tipo: Espero que o cão do seu sobrinho já tenha aparecido…
Estes dados estavam no facebook pessoal do mesmo, mas como é que eles lá chegaram é para nós um mistério. Mas nem toda a gente tem a perícia de um “hacker” para guardar a sua informação pessoal de forma segura, por isso é possível que eles tenham apenas explorado essa “incompetência” que existe em 99% da população portuguesa. É de ficar a pensar se nos dias de hoje todos nós não deveríamos ter tirado antes um curso de administração de clubes de vídeos para superar essa falha…

 

Consideram que o que vocês estão a fazer é ilegal?

NÃO. Suspeito é que o que a ACAPOR está a fazer seja ilegal! Pois estes emails parecem ser pura chantagem apoiada no que parecem ser falhas no sistema.
Existe uma área cinzenta na interpretação da lei que faz com que ninguém saiba ao certo o que é legal e o que é ilegal neste tipo de sites. Daí provavelmente eles optarem por não utilizar a via jurídica (onde aparentemente já foram travados várias vezes) e optarem por esta eficaz via que passa por emails algo intimidatórios aos membros dos sites. Foram consultados advogados e o que dizem é basicamente o mesmo: “O site não parece ser ilegal mas se eles fizerem uma queixa, o ministério público é obrigado a investigar com todos os recursos que eles dispõem. Valerá a pena correr o risco?” CLARO QUE NÃO!
Quem é que quer ver a sua vida privada vasculhada pelo ministério público?!! Quem é que não fica logo a pensar: E se eles fazem uma busca lá casa e partem tudo, confiscam o computador, ou encontram aquele CD que um amigo gravou com música boa, ou ouvem conversas telefónicas pessoais e se a interpretação daquele juiz em particular for inédita e eu for preso e tiver que pagar milhares?
No nosso caso, nem o ex-membro em questão, nem a actual equipa vive em Portugal e o site também não está em Portugal, ou seja, seria fácil decidir que a ACAPOR não tem qualquer legitimidade sobre eventuais ilegalidades que possam ter ocorrido no estrangeiro, especialmente quando esse país não tem qualquer legislação sobre o assunto, certo? ERRADO, porque todos nós temos família e bens em Portugal e ninguém quer correr o risco de um dia ir a Portugal de férias e ser preso ou ver as nossas poupanças (conseguidas a muito custo) congeladas até que um eventual processo chegue ao fim, correndo o risco de entrar num pesadelo jurídico de 10 anos…

 

O tal colaborador visado foi ameaçado pela ACAPOR além do processo (coação, etc.) em alguma forma contrária à lei?

O advogado consultado acha que sim e perguntou-lhe inclusive se ele queria avançar com uma queixa contra a pessoa que escreveu os emails (cujo nome optamos por não mencionar por acreditarmos realmente no direito à privacidade). Mas ele pensou que se o fizesse, que eles iriam avançar com a queixa no Ministério Público, mesmo após termos cumprido com o encerramento do site no prazo imposto. Daí que mais uma vez preferiu não correr riscos, ainda para mais quando está à espera do primeiro filho e toda essa situação seria sem dúvida um foco de tensão num período que legitimamente pretende que seja calmo. Também é da opinião que esta entrevista pode ter esse mesmo efeito…
Mas na nossa opinião eles não iriam fazer isso, porque se o fizessem perderiam toda a credibilidade e mais ninguém efectuaria acordos com eles para encerrar sites. O que iria trazer-lhes muito trabalho e custos desnecessários. Para além de que ficariam manchados publicamente como sendo vingativos, opressores e por faltarem à palavra.
Pdem-nos indicar algumas estatísticas do site, em termos de users, visitas e ficheiros?
Para grande surpresa de muitos e comparativamente aos gigantes que se falam na net, o site até nem era muito conhecido. Tivemos ao longo de 7 anos cerca de 20 mil users registados mas temos a certeza que metade deles, após o registo inicial, nunca mais efectuou login. Em visitas tínhamos actualmente cerca de 4 mil por dia (uma boa parte destes ficava cerca de 10 segundos no site dando a ideia de que iriam lá parar por engano). E tínhamos ZERO ficheiros de vídeo. Só tínhamos links pesquisados no google ou enviados por fãs da série x ou y. Éramos uma espécie de “páginas amarelas” de séries. Pelo que não fazemos a mais pálida ideia do número de downloads efectuados em servidores por todo o mundo. Mas isto parece demonstrar que ninguém está fora dos radares da ACAPOR e que o intuito final parece ser mesmo o da projecção pública que o encerramento de mais um site (pequeno ou grande) traz.

 

Portugal Séries: site encerrado acusa ACAPOR de ameaças e métodos ilegaisImagem: Tugatech

 

Consideram que isto é uma “evolução” em relação ao passado?

O que sei é que se estivéssemos na década de 80 e todos os visitantes do site vivessem num mesmo bairro, não haveria qualquer problema na troca entre vizinhos de cassetes VHS gravadas com as séries televisivas que cada um seguia. Infelizmente os VCR acabaram, os malditos PCs apareceram e devido à internet, o bairro é agora um pouco maior. Mas tirando algum avanço tecnológico, o que é que mudou? NADA!! Com excepção da existência da ACAPOR e a recusa dos donos de clubes de vídeo em perceber que eles estão na mesma recta final que a indústria das máquinas de escrever passou no fim da década de 80.

Qual é o melhor momento que recordam do tempo de vida do vosso site?
Foi quando recebemos o primeiro email de uma empresa responsável pela promoção de séries de um conhecido canal de TV, a pedir-nos para ajudar a promover os primeiros episódios de uma série que se estava a estrear em Portugal. Esse primeiro email confirmou aquilo que já sabemos que um dia irá acontecer: que vão ser as empresas cinematográficas a implorar para que uma série seja promovida num qualquer conhecido Site X. A quantidade de séries a estrear e a concorrência entre empresas cinematográficas é tal, que mais cedo ou mais tarde elas vão ter que recorrer a estes eficientes meios de promoção. E não perderão dinheiro porque o bom nas séries que se seguem na internet, é que quando as vemos na TV, ficamos presos ao episódio independentemente se o mesmo já foi visto ou não, ao contrário de quando se vê um episódio de uma qualquer série em que apenas se viu episódios salteados e não se conhece a história geral.
Também foi-nos pedido para colaborar na elaboração do portal de uma das maiores multinacionais de séries, o que também mostrou de certa forma o reconhecimento do nosso valor.

 

O que pensas dos clubes de vídeo?

VOCÊS JÁ ERAM. Esse negócio já explorou quem tinha que explorar e está na altura de encerrar para não falir. Insistir em travar o inevitável está a fechar-vos os olhos para novas oportunidades.
Abram antes uma loja de venda de filmes e séries a bom preço. Mas antes montem um site como o nosso para as pessoas as poderem testar e vocês sentirem o pulso ao que é bom e tem saída, pois a porcaria nunca ninguém vai conscientemente comprar e vai trazer-vos prejuízo.
Peço ainda desculpa a todos pela linguagem HIPER cuidada e até cansativa que tive de utilizar para tentar dar às frases uma única interpretação a fim de evitar também eu uma eventual queixa. Espero que tenha conseguido…

 

 

Comentários

26 Comments

  1. Qualquer pessoa que perceba minimamente de tecnologia ve que nem que fecha-sem todos os sites de downloads, filmes online etc.. a Acapor iria lucrar com isso, hoje em dia e possivel chegarmos a box da meo ,cabovisão etc.. e alugar um filme sem sair de casa.
    Na minha opiniao nunca ninguem se iria deslocar a uma loja ou la o que seja que eles tenham para alugar um filme ou outra cena qualquer, outro ponto e que se não existisem sites de download ou series a maior parte dos filmes e series eram visualizados por cerca de 20% da população ficando assim os filmes desconhecidos, e nunca iriam ter êxito. AXO que esta na Altura de os Anonymous usarem a mesma técnica contra eles , de certeza que tem muita coisa que não querem que o pessoal venha a saber

  2. Acho que não deveriam ter fechado os sites, mas até entendo, todos temos familia e queremos protejê-los. Porém pensem no seguinte: Se a ACAPORCOS avançasse com a queixa, não iriam ter que explicar no Tribunal como conseguiram chegar á identidade dos autores dos sites? E esse método não é ilegal? No mínimo é espionagem e é ilegal! Por fim creio que o Ministério Publico não iria perder tempo com isto, num país em crise… Da ultima vez que a ACAPORCOS fez as 1000 queixas por mês, saíram de mãos a abanar…

  3. Gostaríamos de acrescentar uma reflexão importante que ficou de fora da notícia e que já não foi possível alterar atempadamente:

    Achamos ainda que o Ministério Público deveria, publicamente dar a sua opinião sobre estes métodos da ACAPOR que parece estar a servir-se dessa instituição para aparentemente chantagear pessoas, podendo inclusive estar a colocar em risco princípios básicos de liberdade e privacidade. A ACAPOR já inundou o Ministérios Público com “toneladas” de papel aparentemente inútil por não constituir qualquer prova, evitando provavelmente que problemas sérios do país deixassem de ser investigados convenientemente. E tudo porquê? Apenas pelo mediatismo? Para cimentarem a base da estratégia actual? A mensagem que parecem ter enviado na altura é: Já viram que podemos ir até lá e que existe sempre uma investigação. Vamos continuar a fazê-lo até obtermos um parecer favorável para um processo que poderá quem sabe ser o seu.
    A solução para este aparente abuso, desperdício de tempo e de dinheiro público, para além do eventual distúrbio no normal funcionamento dessa instituição, deveria passar pela a aplicação de coimas pesadas a quem atingisse um certo número de queixas infundadas. Desse modo só lá iria quem fizesse realmente o trabalho de casa, a fim de evitar a utilização daquele espaço sério para qualquer tipo de intimidação ou agenda pessoal.
    Agora todas estas situações obrigam a fazer algumas perguntas. E desculpem desde já a minha ignorância se a resposta a alguma delas é óbvia: A ACAPOR tem uma procuração para defender os direitos de todos os autores do mundo? Duvido!! Então como é que o Ministério Público permite que a mesma actue desta forma sem apresentar a devida procuração para cada conteúdo que “convidou” a encerrar? Como é que podem intimidar em nome de autores sem uma procuração? Não deveria o Ministério Público exigir previamente todas as procurações que a ACAPOR tem, para se saber quem eles representam afinal?!! E para evitar que eventualmente estejam a fazer-se passar por quem não são?! Isso não é um crime de usurpação de identidade ou algo parecido?! Não deveria pelo menos ser investigada esta actividade?! Também é patente por toda a internet as suspeitas de que eles andam a violar a lei de protecção de dados e de privacidade. Essas vastas e antigas suspeitas não deveriam ser o suficiente para por si só o Ministério Público investigar?!

    1. A resposta à tua pergunta, q obviamente faz sentido, ou seja se a ACAPOR n é detentora de direito de autor nenhum, pq é q faz queixa, é pq a pirataria é supostamente considerado um crime público, e os crimes públicos, podem ser denunciados por qualquer entidade ou pessoa, mesmo q essa nada tenha a ver directa ou indirectamente com esse facto.

      Daí a suposta legitimidade deles, ou tua se te der na telha, para apresentares queixa.

      Exemplo a violência domèstica é um crime público, logo, tu podes denunciar q alguém agride outro, sem q tu tenhas a minima implicação nesse facto, sem q esse facto de beneficie ou prejudique de qualquer forma, directa ou indirecta.

  4. Eles já eram ou tu e as tuas séries já eram? Curioso que se estivesses de consciencia tranquila, nem te davas ao trabalho de encerrar o teu “site”, se é que se pode chamar uma merda daquelas um “website”. Mas pesa-te na mente.

    Dizes que os métodos utilizados são ilegais? Que te fizeram muitoi mal e ameaçaram a ua liberdade ao ponto de teres de contratar guarda-costas? Faz queixa na PJ. Defendes tanto um MP que, coitadinho, disse que era LEGAL partilhar ficheiros PESSOAIS na internet, e que a tua obtusa interpretaçãozita tosca fez-te achar que era legal partilhar filmes pela net alegre e impunemente mas que agora não te parece ser bem assim? Sê homem! Vai ao MP e faz queixa da ACAPOR. Julgas que o MP é gratuito para os pobres? Nada sabes da vida, imberbe. Ainda tens muito a evoluir. A justiça serve a quem paga.

    Se tu fostes a um advogado (o que eu duvido por que mesmo o mais reles deles sabe que é ilegal aquilo que fazes) este deve ter-te informado dos custos que terás para processares tu a ACAPOR. Por que não tentas? Ah, os custos são muitos não é? Poooois! Não podes.

    Quem sabe agora, ao enfrentares gente sem rosto nem nome, aprendas de uma vez por todas o que muitos empresários que tiveram de encerrar portas tiveram de aprender: o conceito de ilegalidade e de concorrencia desleal. É bom que tenhas medo rapazinho. Tens mesmo razões de sobra para isto. E mais te digo: Neste País manda quem tem dinheiro, o que não parece ser o teu caso, mas é o caso da ACAPOR e dos membros que a compõe.

    Todas as vossas raízes neste País serão penhoradas, até mesmo as dos vossos familiares. Hão de nos pagar tudo o que nos fizeram. Encerraram milhares de video-clubes, aniquilaram milhares de trabalhaores, minaram ordenados, destruiram vidas e familias inteiras, pais e mães que também quiseram uma “fase calma” quando estavam a aguardar, como tu, o nascimento dos filhos e que depois, graças a outros como tu, não tinham forma de os sustentar pois o video clube era a unica fonte de rendimentos que tinham e iveram de fechar, agora andam a ganir na comunicação social por que fecharam meia duzia de sites. O que vos falta é um conceito sólido de valores morais.

    Diz-nos agora a que sabe o gosto de teres de encerrar portas, deixares de facturar e ainda não poderes contar com as autoridades para absolutamente nada, nem teres para quem te ires queixar a não ser de forma anonima na internet e ainda seres ameaçado. Conta-nos como foi. É cá uma sensação não é?

    1. Acho que quem anda com a mania de fazer-se de coitadiho es tu… Acho sinceramente que deverias antes de falar de lavar essa boca com sabão daquele mesmo azul, porque so dizes m#$das sem nexo… Ve se ganhas juizo e ve se ganhas tambem inteligencia… Já agor aporque não fazer uma queixa do Bill Gates ou do Steve Jobs, já que foram eles que criaram a meu ver este boom da net?? A sério, metes dó…

    2. Rsrs. És um tipo engraçado!!! E não haja qualquer dúvida que os vídeo clubes estão vazios, pois tens tempo de ver todos os filmes que acabaste de descrever no teu comentário ***FabulásticoOoOoO***

  5. Meu caros, é simples…

    A melhor maneira nestes sites, é manterem-se no ANONIMATO, CRIAREM OS SITES FORA DE PORTUGAL SEM NOMES PORTUGUESES (E DE PREFERENCIA NUM SERVIDOR OFFSHORE… EXISTEM ENN DELES) e por último, mas não menos importante, ter TUDO PRIVADO, seja de dns a ip e muita segurança contra intrusos!!

    Digo isto porque? Porque já tive um site (fórum) nos velhos tempos do katz.cd entre outros, e isso foi o que me safou de não ter estes gajos à perna… porque estava e permaneci ANÓNIMO!!

    E a única queixa que tive, foi de uma empresa que me PEDIU educadamente dentre de um prazo para eu retirar os LINKS do fórum… E assim fiz e foi sem stresses…

    Além do mais, resta saber se a ACAPOR tem alguma legitimidade para fazer o que faz…

    Já agora, a lei de protecção de dados existe e ao que tudo indica por vários sites por aí fora esses Srs violam essa mesma lei entre outras…

    Eles próprios já fizeram downloads, eles próprios e pela sua opinião, já cometeram esses mesmos crimes, ou deverei lembrar da figurinha das 24h de downloads que eles mesmo fizeram?????

  6. será que a acapor apoia os clubes de video do meo e zon ou tambem ta contra eles e acha que devem encerrar e devemos alugar k7’s de video?

  7. Por que não divulgas o NOME desse bandalho que envia os e-mails, bem como o conteudo desses mesmos e-mails com as ameaças que fizeram, para que todos fiquem cientes do que realmente se está a passar? Ficas a protege-los por que razão? Medo de represálias? Ninguém irá bufar se o fizeres e deves faze-lo para teres credibilidade junto ao publico.

    Mostra a todos tudo o que aconteceu. Mostra as ameaças, mostra os nomes, mostra os factos. Seria de grande utilidade para todos de modo a evitar que mais alguem passe pelo mesmo que tu passastes, não concordas?

    O cómico e trágico neste tipo de situações é que quando foram divulgados os nomes e moradas dos tipos da acapor o que foi que fizeram? Nada. Achavam que esses merdas andavam a brincar? Ainda não perceberam que ou são voces ou são eles? Acham que será o ultimo site a cair? Algo deveria ter sido feito enquanto havia tempo para tal. Agora é tarde. Só resta lamentar.

    A acapor tem polícias a trabalhar para eles (leiam os posts com as denuncias aqui mesmo no tugaleaks), tem poder economico, tem milhares de registos com nomes, BI’s, contribuintes e moradas de milhares de pessoas que se inscreviam de livre vontade nos video-clubes deles e dos associados deles, registos estes que fornecem informação suficiente para se chegar até qualquer pessoa que seja e saber o seu paradeiro, nomes dos familiares e até hábitos diários como o desaparecimento de um cão como foi dito na ameaça sendo apenas necessário somar dois mais dois para se chegar até quem quer que seja e também foi falado num software adquirido pela acapor em Israel para espionagem durante o episódio das queixas por mes onde interceptaram milhares de endereços IP.. Alguém levou isto a sério na altura? Não. Fiaram-se em anonimatos da treta e nas políticas de privacidade do facebook como se isso os protegesse. Quem possui sites desses nunca deve ter facebook. Ou não sabiam disso?

    Parabens a quem nada fez para os travar antes disso ter acontecido. Vejam bem o que a vossa estupidez causou. Já não resta mais nenhum site de jeito em Portugal para sacarmos seja o que for. Eles vão continuar a agir e os sites a cair de forma completamente impune.

  8. A acapor aliou-se a brein holandesa, bem como a outras entidades anti-pirataria um pouco por toda a europa e isto é uma estretégia concertada entre todos eles para acabar com a milhares de sites espalhados pela web, atraves da identificação dos proprietários e da responsabilização dos mesmos por todas as vias possiveis. E de nada adianta VPNs nem coisas do genero por que há operadoras de telecomunicações envolvidas nesse processo o que lhes permite saber quem faz o que e onde está, principalmente a espanhola Telefónica. Até os telemoveis estão sob escuta e o que está para vir para os administradores dos sites não é nada de bom. Atenção que a acapor nao está (de todo) sozinha nisto. Todo o cuidado é pouco.

  9. Por uma questão de ética profissional não me posso alongar sobre o assunto em epígrafe,contudo sugiro aos visados pela ACAPOR a contestar o encerramento.Devem todos os sites enunciados unir forças,formar um único elemento,e então encetar uma batalha jurídica.Sabem,a ACAPOR não tem jurisdição legal para agir em conformidade com o descrito,tal torna ilegal e improcedente qualquer diligência efectuada.Mais;Não existe legislação clara tornada fonte de jurisprudência que possa determinar um desfecho idêntico ao ocorrido. Pensem o que quiserem….
    Pedro de Melo

  10. O problema da acaporca é que quando a net era lenta (ou a banda larga não passava de 1mb, era mais fácil ir a um clube de vídeo e alugar um dvd e fazer uma cópia em casa. Agora saca-se um blu-ray em menos de 1 dia e a maminha acabou-se! não souberam inovar apostando em outros serviços como por exemplo os estúdios fotográficos que perderam o negócio de revelação de fotos e apostaram e outros serviços alternativos.
    Gostava de ver a acaporca afrontar o Pirate bay…
    E fica um abraço a todos que lutem contra esta preseguição!

  11. Entendo tudo o que foi dito … Mas o nome a que se dá a essas pressões, coacções, ameaças e quando os lesados decidem acatar, concordar e colaborar com tais intimidações e fazer justamente o que se pretende, eu chamo-lhe covardia pura e crua. O ditado já é antigo “Quem não deve, não teme” e se todos os sites que encerram de livre e espontânea vontade acreditam não terem cometido nenhuma ilegalidade, porque aceitar a chantagem tão simplesmente? Ainda mais não estando o servidor em Portugal, nem os autores do referido site? Se tudo é legal ou minimamente o acreditam que seja, porque tais reacções e medos a queixas? Se sabem que estão a ser cometidos crimes por parte da ACAPOR porque não expor esses factos e apresentar as devidas queixas? É mais fácil compactuar e seguir a vidinha tranquila? Manter-se calado e ser manipulado? Desculpem-me, mas devido à covardia em todos os aspectos da sociedade, é que os países, cidadãos estão no estado em que estão, são gado a mando de políticos, sociedades e empresas.

    O ex ou actual dono do site que me desculpe a sinceridade, mas esta é a minha opinião a quem cede a chantagens (Covardia).

    Cumprimentos.

  12. Se bem me lembro, antigamente copiavam os dvd clube vídeo, os dvd dos amigos, os cd mp3 dos amigos, as cassetes , os vinil na aparelhagem. Agora existe tudo na net muitas vezes de qualidade inferior e não esquecamos dos aparelhos tdt com usb sem falar do meo , cabovisao, etc. Conclusao não é a net que prejudica mas sim a falta de dinheiro de muitos para ir ao cinema em convívio , etc. Fecham 1 site abrem 10 por vingança por isso o melhor é irmos vivendo todos juntos sem guerras

  13. Um pequeno aparte que é uma grande verdade. Nem toda a cópia é pirataria (visar lucro) há cópia de uso privado. Além do mais no âmbito informático , por exemplo a Microsoft vendeu milhões de Windows 8 e há cópias por aí. Acho que não se deviam preocupar com as cópias pois há pior que isso. Sabem o quê? Os “filhos” do Unix = Linux (Ubuntu,etc) que são free. Imaginem toda a gente optar e criar software nestes sistemas operativos mais estáveis. O que seria dos outros? Conclusão: Tentemos viver com o que existe e haverá para todos.

  14. A acaporca que vá mas é fiscalizar os ciganos que vendem cds e dvds nas feiras… o gordito arriscava-se a levar um enxerto de porrada de algum lelo…

  15. A partilha de ficheiros não é crime, nós queremos uma internet livre de influências e uma maneira diferente de consumir conteúdos e vamos ter-la.

    Por 10 sites que fecham, 100 abrem, por isso, continuem na vossa aventura sem efeito de tentar fechar todos os sites de partilha de ficheiros.

  16. A todos muito cuidado! A ACAPOR ADQUIRIU OS DIREITOS DE 98% DOS TITULOS DE FILMES, MUSICA, SOFTWARE E VIDEOJOGOS! A partir deste momento, a ACAPOR tem legitimidade para agir judicialmente contra os donos dos sites! Esta informação é verídica e tem por objectivo esclarecer os interessados na matéria. CUIDADO a partir de agora!

  17. Se a partilha de ficheiros é hoje ilegal (e deixará de o ser a médio ou longo prazo) a situação das alegadas ameaças e toda a envolvente também não será legal…

    Deduzo que, pelos comentários, o comentador swazi seja da acapor ou antigo dono de um clube de video….se poderá ter eventual razão na questão da legalidade, perde a razão na questão do bom senso, argumentação, educação e atitude.
    Frases como “Neste País manda quem tem dinheiro, o que não parece ser o teu caso, mas é o caso da ACAPOR e dos membros que a compõe”, por serem estúpidas, descredibilizam completamente quem as profere. Então a acapor terá razão, ou sairá vitoriosa na justiça, porque tem dinheiro?!! Defende-se aqui a justiça para quem tem dinheiro?! É esta mentalidade que afunda o país….

    E se a acapor tem tanto dinheiro e poder, porquê esse papel de desgraçados, arruinados, falar em aniquilação e destruição de familias? A acapor não ajudou essas familias? em relação a um negócio que simplesmente teve o seu tempo, independentemente da internet e partilha gratuita de ficheiros? E quem teve um clube de video ganhou bem com eles, portanto se fizeram uma boa gestão desse dinheiro, e não viveram á grande e á francesa (complicado na mentalidade tuga, admito), sinceramente não sei porquê a ruína e miséria…e um negócio diferente poderiam arranjar…

    “Todas as vossas raízes neste País serão penhoradas, até mesmo as dos vossos familiares. Hão de nos pagar tudo o que nos fizeram.” – não merece comentários, apenas desprezo….

    “O que vos falta é um conceito sólido de valores morais” – tanta moral nas palavras, mas os valores morais e bom senso estão presentes nas afirmações citadas??

    Infelizmente os clubes de video tiveram que fechar, e de certeza que houve gente que sofreu com isso, mas isto de culpar a EVOLUÇÃO dos tempos, descarregar a fúria deste modo porque simplesmente não se adaptam a essa mudança, é absurdo!!! Então não foi primeiro a blockbuster, e depois a TV por cabo e as boxes com aluguer/gravação a acabar com os video-clubes?!? Qual a percentagem de utilizadores que tiram as séries/filmes da internet versus os que vêm, gravam e alugam directamente da TV? é de 95 para 5%? Uma falácia e argumento descabido esse…

    E os clubes de video ainda abertos hoje em dia, porque os há, têm que estar a fazer algo para terem lucro e sobreviverem…adaptaram-se, foram criativos, nao sei, mas algo de diferente fizeram, como em qualquer negócio que se sente ameaçado.

    E quando este swazi vai comprar leite ou horticolas pensa na sua carteira ou na injustiça dos preços a que estão sujeitos os produtores?! Ou quando vai aos hiper ou shoppings pensa no comércio tradicional? ou quando compra um produto made in china tem noção do que passou ou ganha por mês quem o fabricou, ou apenas lhe interessa o custo vantajoso para a sua carteira? Quando come chocolate já pensou que quem apanha o cacau são crianças escravizadas? quando deita comida fora pensa nos que morrem á fome? Quando faz algo ambientalmente condenável, porque todos fazem, pensa no futuro dos seus netos?
    Etc, etc, etc, etc….Muito bonito falar em valores morais quando na prática pouco fazemos (todos em geral) para melhorar a nossa sociedade…

    E mal estámos se todas as empresas, lojas, negócios, etc, que não evoluiram, não se adaptaram, ou simplesmente que tiveram o seu nicho de mercado no seu tempo, se vão queixar da internet ou das mudanças no mundo…Ridiculo.

  18. URGENTE!! PASSEM PALAVRA!!! O NOME DA PUTA POR TRÁS DO MAPINET A FODER TODOS OS SITES DE PARTILHA DE FICHEIROS MEDIANTE QUEIXAS NO TRIBUNAL DA PROPRIEDADE INTELECTUAL É MARIA HELENA GONÇALVES ALMEIDA E TRABALHA NO MUSEU DE MARINHA EM LX!! ESSA PUTA É DONA DE CLUBES DE VIDEO E TAMBEM ESTÁ POR DETRÁS DO GEDIPE!! FODAM-LHE O SITE E ESPALHEM O NOME DESSA CABRA QUE VIVE NA COSTA DE CAPARICA ANTES QUE FODA MAIS PROJECTOS!!! URGENTE!!!!!!

  19. Boas
    mas sera que ninguem se lembra de fazer justiça com as proprias maos estes sites estao num endereço virtual mas as associações estao mum predio bem real basta um ou dois que eles param logo.

  20. K os clubes de video vão fechar? sem duvida k sim… podem vender livros——-e supositórios para enfiarem pelo ku acima até chegar a merda.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *