PSP em Angra do Heroísmo identificou duas pessoas dos Anonymous por estarem a fazer uma “manifestação”. A PSP atirou uma mala para o chão e injuriou um cidadão.

O Tugaleaks teve acesso a um vídeo, também colocado na página de Facebook Caramela, que está ligada aos Anonymous, onde mostra a qualidade da intervenção que a PSP faz contra apenas dois indivíduos com máscara.
Isto aconteceu no Solar de Madre de Deus em Angra do Heroísmo na passada terça-feira, quando por todo o mundo em mais de 300 cidades se comemorava a Marcha das Mil Máscaras.

Estes dois membros dos Anonymous deslocaram-se ao locla onde estava o Representante da República da Região Autónoma dos Açores e foram alegadamente abordados por um segurança que lhes revistou a mapa e depôs a deitou ao chão enquanto chamava reforços. A partir daí o vídeo começa.

 

PSP identifica Anonymous e diz que se não parar de filmar o telemóvel “vai voar com o cara***”

 

É possível no vídeo verificar-se que eles vêm “apenas tirar uma foto em apoio aos irmãos lá fora”.

No entanto, os reforços chegaram e as duas pessoas foram identificadas, registando os seus dados no cartão de cidadão.

No final do vídeo é possível ouvir-se um dos agentes a pedir “vire o telemóvel para aí” e um dos Anonymous pergunta “porquê?” sendo que, de seguida, o agente diz “é para ali [o telemóvel] ou vai a voar para o cara***”.

Contactámos o Comando Nacional da PSP bem com o Comando Regional da PSP mas até à publicação deste artigo não obtivemos resposta. Entre as nossas perguntas questionávamos se algum dos agentes iria ter um processo disciplinar e se estes dois Anonymous iriam ser alvo de um processo crime.

Duas pessoas é uma manifestação

Em Abril do ano passado um activista do Movimento Sem Emprego (MSE) foi acusada do crime de desobediência por não ter “notificado” a PSP ou os serviços Municipais de Lisboa de que iriam distribuir panfletos no dia 6 de Março, o Dia Mundial do Desempregado. Segundo um parecer da Procuradoria Geral da República, uma manifestação ” será o ajuntamento em lugar público de duas ou mais pessoas com consciência de explicitar uma mensagem dirigida a terceiros”. Acontece que naquele local, como se pode ver no vídeo, não se encontrava mais ninguém, sendo por isso impossível passar a mensagem.

 

Lisboa correu sem problemas

O Tugaleaks acompanhou parte da Marcha em Lisboa na passada terça feira. A Marcha decorreu sem incidentes, embora no início se pudesse ver um pequeno dispositivo policial de 3 agentes que não seguiram a marcha após a sua saída do Terreiro do Paço.
Algumas fotos do evento podem ser encontradas aqui.

 

 

Actualização às 17:00 do dia 07-11-2013:

A PSP respondeu ao nosso pedido, num e-mail enviado ao meio dia, onde informa que:

Sobre este assunto a PSP informa o seguinte:

§ No âmbito da missão da Polícia de Segurança Pública, o Comando Regional dos Açores procedeu à elaboração do expediente que considerou adequado e posteriormente remeteu-o para o tribunal competente;

§ Relativamente ao comportamento dos agentes está a ser feita uma avaliação interna com base numa análise dedicada a esta situação que implica vítimas.

§ Por último, e no que respeita à publicação do vídeo por parte do vosso órgão de comunicação social, por razões de reserva a PSP não presta qualquer divulgação.

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder