Revista País Positivo é paga para entrevistar pessoas

Realmente não temos qualquer palpite sobre o que se terá passado. No entanto, gastar seis mil euros dos Portugueses para um link num site e numa capa de revista, parece ser algo em termos de um “órgão de media comprado”. Foi exatamente isso que acoteceu com a revista País Positivo, que colocou o António Sebastião da Autarquia de Almodôvar na capa da revista número 29. Isto foi em 2009 e custou 6.000EUR.

Esta revista não se fica por aqui. Mais grave foi um ano depois existir um registo no site base.gov.pt onde está claramente explicito que foi uma entrevista ao presidente do INATEL, Vítor Ramalho.

Eis a independência dos órgãos de comunicação social.
Perante isto, o Tugaleaks vai enviar o link deste artigo para a Entidade Reguladora da Comunicação e também para a Comissão de Carteira Profissional de Jornalista. Atos inadmissíveis de compra de tempo de antena (ainda por cima quando não têm nada para dizer além de propaganda e areia para os olhos dos Portugueses).

Agradecemos claro ao Blog Má Despesa Pública pela informação fresca que nos proporciona todas as semanas.

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder