O dinheiro compra tudo. Até a liberdade. Foi o caso do ex-presidente do BES, Ricardo Salgado, que ficou em liberdade depois de ser ouvido. Pagou três milhões de euros.

Eram sete da manhã desta quinta-feira. Agentes da PJ, no âmbito da operação Monte Branco, dirigiram-se à residência do ex-presidente executivo do BES para o deter. Ricardo Salgado começou a ser ouvido na qualidade de arguido pelo juiz Carlos Alexandre, do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC)
Foi ouvido pelas 10h30, existindo uma interrupção para almoço, e durante a tarde foi igualmente ouvido das 14h às 18h.

 

ricardo_salgado

 

Depois de sete horas em que esteve presente no Campus de Justiça, em Lisboa, Ricardo Salgado Saiu em liberdade com caução de três milhões de euros.

O advogado de Ricardo Salgado, Proença de Carvalho, da firma Uría Menéndez – Proença de Carvalho, salientou que o seu cliente está disponível para colaborar com a justiça Portuguesa.

No dia em que o ex-dirigente do BES foi detido, as acções do banco fecharam a valorizar 1%.

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder