Loading...

Enquanto o Freeport continua nas barras do tribunal, o seu site, atacado há 7 meses, continua com a mesma falha de segurança.

Freeport

O Tugaleaks contactou alguns especialistas de segurança informática que confirmaram que o URL http://www.freeport.pt/emprego_propostas.php?i=203&u=133 estava ainda vulnerável a “um dos ataques mais fáceis”. Do mesmo modo, pedimos para verificarem vários sites já atacados anteriormente, e o resultado é assustador.

Faz hoje 7 meses que o site do Freeport foi atacado. Continua vulnerável e pode ser atacado novamente.

No final do ano passado os LulzSecPortugal, AntiSec PT, FreedomLTD e NetMafia (e ainda mais outros ou mesmo indivíduos) fizeram ataques a praticamente qualquer órgão governamental ou empresa envolvida em casos de escândalo ou corrupção como é o caso do Freeport.

No entanto, muitas dessas empresas ou sedes de governação continuam vulneráveis e este é apenas um dos sites que se limitou a restaurar um backup e não a corrigir o problema.
Na maioria dos casos estamos a falar de sites feitos à medida sem a devida segurança ou de CMS – Content Management Systems – que não estão actualizados. Os sites feitos à medida são mais caros, uma vez que as empresas de webdesign os constroem do zero, e muitas das vezes sem a devida segurança como se pode ver neste caso.

O caso Freeport continua na barra dos tribunais. Com pagamentos ilícitos e testemunhas a negarem coisas já confirmadas, assim vai a justiça em Portugal. E o hacktivismo também.

Comentários

Loading...

6 Comments

  1. Entre a malta dos websites é onde existe mais falta de profissionalismo também para o que pagam não merecem coisas com boa qualidade…

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *