A Câmara Municipal de Almada decidiu investir pouco mais de 9 mil euros numa “lembrança” para os filhos dos funcionários da autarquia.

Depois dos relógios para oferta – notícia no Tugaleaks em 2014no valor de 78 mil euros, a autarquia decidiu investir em smartphones para crianças de 12 anos. Ao todo, foram 65 dispositivos para crianças com esta idade, sem se saber ao certo quanto é que foram as “prendas” aos filhos dos funcionários das restantes idades este ano.

O smartphone escolhido foi o Neffos Y5, um telefone de gama média-baixa com um Quad-Core de 1.3Ghz como processador e 2GB de RAM. câmara de 8 megapixels e secundária de 2 megapixels.

O Tugaleaks teve acesso à nota de encomenda dos smartphones, que aqui se divulga:

 

No ano passados foram tablets

Contactados os serviços do município, fonte oficial do mesmo indicou ao Tugaleaks que “todos os filhos dos trabalhadores da autarquia, entre os zero e os 12 anos, recebem, desde a década de 1980, uma lembrança da Câmara Municipal de Almada celebrando o Natal. Neste ano de 2016 foram 911 meninos e meninas que receberam prenda de Natal, conforme a respetiva idade”.

Mais indicou a mesma fonte que “desde a referida década de 1980, os meninos e meninas com 12 anos, que por isso recebiam pela última vez aquela lembrança, recebiam uma bicicleta. Desde há dois anos, tendo-se verificado que muitos dos meninos e meninas de 12 anos já tinham bicicleta, a Câmara Municipal decidiu colocar como opção aos próprios pais a oferta de uma bicicleta ou de outro objeto. Neste ano de 2016 a opção foi por um smartphone; no ano passado tinha sido um Tablet”.

Tais ofertas têm sido alvo de críticas não só políticas mas também de populares revoltados com aquilo a que apelidam de “desperdício” e “mama”, por entre as redes sociais Facebook e Twitter.

Para a autarquia esta é uma situação normal e os presentes ” não afetam em nada, naturalmente, o investimento da autarquia noutros âmbitos. Constituem, aliás, como a ciência e os diferentes estudos nesta matéria de forma evidente testemunham, um incentivo muito significativo à melhoria do desempenho dos trabalhadores. Logo, corresponde igualmente a uma melhoria do desempenho e da produtividade da autarquia no seu conjunto”.

 

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *