A Staples vende essencialmente material de escritório e algum material informático. Alguns trabalhadores “problemáticos” estão a receber cartas de despedimento colectivo.

A Staples refere na carta de despedimento colectivo (ver download no final do nosso artigo) enviada a alguns dos trabalhadores de algumas lojas do país que as quebras na área do mobiliário, informática e outras estão na origem do despedimento. Afirma também que não pode ter “trabalhadores que não têm ocupação”.
Estes trabalhadores não têm qualquer apoio. Não existe sindicato, comissão intersindical ou comissão de trabalhadores. Estão sozinhos com Portugal em plena austeridade.

 

Trabalhadores “incómodos” da Staples Portugal recebem carta de despedimento

 

A carta com data de 23 de Outubro a que o Tugaleaks teve acesso, tem como possível extinção do Posto de trabalho o mês de Outubro.
Os despedimentos, segundo fontes do Tugaleaks, são pelo menos na loja de Oliveira de Azeméis.

Em Junho deste ano a Staples esteve visada em vários órgãos de comunicação social. Na TSF, Carlos Maia afirmou que “a Staples é uma empresa sólida” e que “este ano abrimos 4 lojas”. Aparentemente, quatro meses depois, existem despedimentos colectivos.

Ainda segundo a mesma fonte estes não são despedimentos “normais”. São aquilo que a fonte chama de “limpeza etnica” onde os que incomodam são os visados. Queixa-se também do sistema de escravidão que existe dentro da Staples, afirmando que “sendo que neste caso não se trata de uma raça mas sim de todos aqueles que se opõem à politica de escravidão imposta pela empresa, trabalhadores a trabalhar sistematicamente semanas a fio sem folgar, pessoas a entrarem as 7 da manha e a saírem as 23 horas, trocas de horários folgas e ferias constantes de um dia para o outro sem se ter hipótese de dizer que não e sem qualquer aviso, maior parte destes despedimentos foram feitos a quem pelo menos uma vez já se recusou a esta escravidão”.
Fomos ainda informados que as lojas podem não fechar, pois estão a ser contratadas pessoas para substituir as pessoas que despedem, que são pelo menos 50 pessoas.

A Staples mentiu, e aparentemente comete ilegalidades para com os funcionários. Quem se opõe, terá este destino.

O Tugaleaks está solidário com os trabalhadores da Staples e com qualquer funcionário de empresas a trabalhar nestas condições. Aos que o fazem, recomendamos a denúncia através dos nossos contactos.

 

Download da carta de despedimento

Comentários

46 Comments

  1. Não há sindicato, ou não estão sindicalizados? Por acaso até há, e até é onde estou sindicalizado!

    Já agora outra informação, o trabalhador pode sindicalizar-se directamente nos sindicatos sem o patrão ou empregador saber. E paga as suas cotas directamente para o sindicato!

    Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal!

    CESP

    http://WWW.CESP.PT

    Fica aqui o website!

  2. A juntar a esses temos a pc-clinic que entopem de igual modo o site net-empregos. Em que a admissão em 2009 já era escândalosa, 15 em 15 dias sai um anúncio. Tempo de experiência 15 dias porque se for admitido só recebe vencimento por 15 dias o que nunca acontece. Resumidamente, já em 2009 tinham mão-de-obra de borla 15 em 15 dias, e anúncios repetidos no mesmo período.

  3. Nada isso é novidade para mim… ja passei por muitos empregos iguais… um deles era na Sonafi onde o pessoal temporário era rodado a cada 4…6 meses com a desculpa da quebra da produção, todos avisados em cima da hora sem os 15 dias de aviso legal… Entre amigos e conhecidos, todos ja ouviram falar da Sonafi e da sua politica.

    A Portway também tem uma politica semelhante…quem nao faz as vontades de ser escravo nao serve para a casa.
    Nem importa se o trabalhador é ruim, desde que seja o cao da casa…

  4. A juntar a esses temos a pc-clinic que entopem o site net-empregos. Em que a admissão em 2009 já era escandalosa, 15 em 15 dias sai um anúncio. Tempo de experiência 15 dias porque se for admitido só recebe vencimento por 15 dias o que nunca acontece. Resumidamente, já em 2009 tinham mão-de-obra de borla 15 em 15 dias, anúncios repetidos no mesmo período.

  5. Não tinha conhecimento desse despedimento colectivo, mas confirmo todas essas acções de “escravidão” por parte da empresa… eu mesmo senti isso na pele e tenho vários ex-colegas de trabalho a passar pela mesma situação! É triste uma empresa destas fazer isso aos funcionários… mas acontece! Usam e ABUSAM principalmente daqueles que encontram na STAPLES o 1º emprego e, por tanto, não têm tanto conhecimento sobre os seus direitos.

    À muito que a empresa deveria de ter sido processada, mas em muitos dos casos, a necessidade de cada um faz com que ficássemos calados.

    Cumprimentos

  6. Mais uma vez provado que a lei nao existe em Portugal. Ainda nao aprederam a juntarem-se e fazerem justica com as proprias maos? Custa assim tanto esperarem por o responsavel e contarem-lhe uma historia?

    Realmente… eles fazem isso porque sabem que nunca fazem nada… por isso brincam com os empregados…

    Como foi referido encima.

    “À muito que a empresa deveria de ter sido processada, mas em muitos dos casos, a necessidade de cada um faz com que ficássemos calados”

  7. é exatamente assim…..a empresa primeiro faz pressão para serem os funcuonários a sair ( sem qualquer compensação), quando não consegue esse objetivo toma medidas destas..

  8. A lei no nosso país é praticada só para alguns, no que diz respeito á legislação laboral as lacunas são imensas e desta forma as entidades patronais usam e abusam da necessidade do ser humano!!! Se na Segurança Social houvesse empenho era facil acabar com estas questões, é comunicado com o modelo 5044 a saída de um trabalhador da Loja X e na semana seguinte é enquadrado um trabalahor com a mesma função na bem dita loja X, será dificil concluir q está a acontecer algo errado??? ( especialmente quando o motivo assinalado é extinção de posto de trabalho) haja denuncias por escrito para q sejam obrigados a actuar, denunciem de igual modo á ACT!!!!

    1. Quando é que vais perceber que a natureza destes problemas não são partidários….são problemas de umbigo. A politica fica muito mais inocente depois de saberes que os culpados deste circo se usam dela para te manter numa redea curta…A culpa aqui é nossa simplesmente porque deixámos isto acontecer. Depenaram o nosso exército para não haver o mesmo problema do 25 de abril agora quero ver como é que vamos sair desta.. Vão querer todo o teu dinheiro ao ponto de nem teres vontade para te manifestares… Tira a pala dos olhos… “Dá-me o poder do dinheiro e não me interessa quem faz as leis…” medita aí…

  9. confirmadissimo…. estes senhores sao da pior especie… conheço um caso muuuito proximo onde despediram um trabalhador dito incomodo por extinçao do posto de trabalho quando um mes antes entrou alguem para o lugar dele e este proprio deu a formaçao para esse posto de trabalho em extinçao…nao têm qualquer consideraçao por quem la trabalha e por quem deu anos de vida e horas a fio áquela empresa…

  10. Tudo verdade! Falo por experiencia propria.. Já la trabalhei e sim eles querem escravos e kem diz nao é logo posto de parte

  11. A Staples é um antro para alguns, roubos (com chefias metidas ao barulho) venda de produtos usados como se fossem novos e mais media dúzia de esquemas, sei do que falo pois fui forçado a colaborar nestes esquemas.
    Ou colaboras ou vais para a rua.
    Felizmente acabei o curso e já lá não estou.
    Empresa de desonesta e com gatunagem a operar lá dentro (inside-works).

  12. Boicote! Deixem de ir à Staples e avisem os vossos amigos e familiares para fazer o mesmo. Material como na Staples há em muitas lojas.

  13. Eu já trabalhei na staples de Oazemeis e algumas coisas não são verdade, ate pk a loja fecha às 20h .
    A única coisa é que , eles abusam da nossa paciência e às vezes fazem-se horas extra sem retribuição, mas no máximo uma hora, depois fui despedido , por termo de contrato.
    E quem me dera paara lá voltar, pk pagam mt bem os par-times.

    1. Desculpa la mas eu tambem trabalhei na staples, na de ermesinde e vi muito bem o que se passava, por isso tudo o que aqui esta escrito é a mais pura das verdades, tu fazias no maximo uma mas ha quem faça ou tenha feito muitas mais horas extras sem numca receber, principalmente quando era altura de inventario, alias os cartoes de ponto nestes dias eram preenchidos á mão pela assistente, ate ameaça de despedimento a casais vi, do genero ou vais tu embora por livre vontade ou nos despedimos o outro… Agora quanto aos ordenados na area de informatica ate nem eram maus, e pagavam sempre a horas…

  14. maximo uma hora ve-se mesmo o tempo k la estiveste, voltar lá foram todos despedidos dessa loja axas justo , lembra-t das pessoas que te ajudaram l-a e te apoiaram e que agora estao na rua. informa-te primeiro das coisas

  15. Trabalhar na Staples é viver sempre com o coração na mão, ou seja, eles fazem o que querem dos colaboradores.
    isto é mesmo real. eles usam e abusam dos Colaboradores e estes têm que dizer sempre que sim a tudo, não podem expressar o seu desagrado, porque o caminho é a rua.
    Nas saídas e entradas de folhetos, os chefes que fazem fecho têm de comparecer às 07 da manhã e sairem ao fecho, dizem eles que é agir em conformidade( na maioria das lojas o horario é até ás 23), façam lá as contas quantas horas essas pessoas trabalham, é de salientar que essas mesmas pessoas sairam no dia anterior as 23h e se levantaram as 6 da manhã…. Onde está as horas minimas de descanço????? Não existem, não querem saber, mas preocupam-se com a fiscalização, e Dizem vocês, como? Simplesmente isto, não deixam os colaboradores picarem os cartões, obrigam a picar tal qual como esta no horario, caso haja um fiscalização esta tudo direitinho…………
    Ser responsavel de uma area na Staples é mesmo uma merd..os gerentes de loja depositam todas as responsabilidades neles, desde objectivos até garantir as suas areas com pessoal, se não tiveres pessoal na tua folga ficas sem ela, eles não querem saber só querem é não fazer nenhum.( um responsavel de area ganha no maximo 750€ um gerente variam de 1500€ a 3000€),
    Existe um exemplo flagrante de escravidão na Staples, Todas e sem excessão, as mulheres que sejam chefia de secção e estejam grávidas não tem direitos nenhuns.
    Nenhum mesmo! Desde o tempo legalmente estipulado após parto, pois se o cumprem é meio caminho para o despedimento. O tempo de aleitação não é respeitado de forma alguma pois a Staples pressupõe que nós só o fazemos para prejudicar a empresa… Mais um ponto para estar mais perto da rua…. Pois é… Direitos na Staples?Não tenho nenhum!Pois não passo de um Numero… De um Numero que trabalha em prol de uma empresa que já me deu orgulho em trabalhar, hoje é desesperante. Já agor aSr. Carlos Maia, aproveite pra responder se tem conhecimento destas situações?!?!?! Não me parece pois o seu Diretor de Operações, José Carlos Andrade, e os seus district managers são o cancro da Staples. A Staples acabará por rebentar por dentro. Aguardo esse dia… Para ver esses cancros serem punidos e responsabilizados das suas acções.
    Acabo dizendo que a Staples NÃO É DE LONGE UMA BOA EMPRESA PARA SE TRABALHAR!!!

  16. trabalhar?dar horas? fazer abertura e fecho? remodelações de loja sem folgas e mesmo assim a gerência só se preocupa em tirar cartões de ponto para não serem picados pelos funcionários, escravidão, gerentes mal encarados que só sabem entalar os operadores são muitos, motivação para trabalhar? é preciso que o carlos maia vá de surpresa as lojas para verificar que não há trabalhadores satisfeitos, todos os que ainda lá trabalham é porque precisam de dinheiro, se não vários já tinham ido embora, sem terem que receber a famosa carta de despedimento, mas os gerentes( alguns em especial) algum dia vão ter o que merecem, que esperem que o dia deles vai chegar. cumprimentos para todos os operadores que ainda lá trabalham

  17. Será que os Cralos Maia não tem conhecimento do descontentamento dos trabalhadores? se não tem é um mau lider….
    relativamente aos gerentes, eles valem o mesmo que todos os outros ou seja zero, por isso a vez deles também vai chegar mas são tão fraquinhos que acham estar num patamar superior, enfim são as chefias que temos!!!

  18. Infelizmente são muitos os que se têm de sujeitar a estas pessimas condições de trabalho impostas por uma direcção que nem para si é sustentável. Já tive oprtunidade de conhecer vários colaboradores de varias hieraquias e em geral o sentimento é de profundo descontentamento em relação a uma ditadura instituida que todos os dias prepetua ataques contra os direitos dos seus trabalhadores.
    Uma palavra de solidariedade para com todos os meus ex-colegas que foram forçados a deixar o seu posto de trabalho vitimas desta exploração desenfreada de recursos humanos onde quem ousa opor-se ao roubo dos seus direitos ganha uma viajem ao centro de emprego.

  19. Infelizmente esta é a bela realidade.. e o pior e estes despedimentos terem acontecido nao so com pessoas da loja que vai fechar mas sim tambem com funcionarios doutras lojas como aconteceu na minha… Alem de brincarem com as folgas e as h0oras de saida brincam com os horarios tambem que sao feitos de forma a serem passaporte de saida para quem loa trabalha, atacando as horas em que e impossivel la estar.. mas la esta, somos os indesejados… Infelizmente e dia apos dia a entrar cedo e a sair tarde e a consideraçao??? nao ha!!! Voces que foram despedidos deviam ajudar nos a nos que la estamos ainda!!

  20. pois é …na staples devia hever comissão de trabalhadores!!!!
    bem sei que as pessoas hoje em dia têm receio d perder o seu emprego mas deviam denunciar esta reles gente

  21. Todos os textos aqui referidos são a mais pura verdade.
    Não vejo o dia que estes “ditadores” tenham aquilo que merecem . Este site devia ser a alavanca para denunciar a situação desta empresa. É revoltante não poder falar nada dentro de portas, para não ter como a colega falou e bem, uma viagem ao centro de emprego.Confio muito neste site pela verdade de informação e espero que no fim estes tiranos paguem pela humilhação e pela falta de vida própria dos trabalhadores.

  22. Boa tarde a todos.
    Gostava de saber se sabem de alguma coisa em relação a loja da Staples da circunvalação no Porto.Em termos de horários e salário e folgas para Técnico de informática?
    É que vou a uma entrevista e queria saber pelas pessoas que já trabalharam ou ainda trabalham na Staples.
    Obrigado e força para que um dia se faça justiça.

  23. hahahahaha, camada de otarios, então se estavam a trabalhar contrariados porque trabalhavam??
    fdx alguém vos ia buscar a casa as 7 da manha ?? porque nao falavam com os vossos dm? porque não faziam as vossas folga.??
    Alguém vos apontou uma pistola a cabeça?

    Pensem bem no que estão a dizer amigos, porque pode ter muita coisa ma, mas certamente terá muita coisa boa 😉

    VALE APENA PENSAR NISTO

    1. “hahahahaha, camada de otarios”
      Em primeiro lugar só posso lamentar este insulto a trabalhadores que lamentavelmente trabalham em regime de total escravidão.

      “então se estavam a trabalhar contrariados porque trabalhavam??” Porque infelizmente muitos desses trabalhadores precisam do dinheiro que ganham para pagar as rendas das suas habitações, para pagar a sua alimentação e mais importante ainda a alimentação dos seus filhos”

      “fdx alguém vos ia buscar a casa as 7 da manha ?? ”
      Ninguém vai buscar ninguém a casa a hora nenhuma. Simplesmente é um procedimento “obrigatório” para os chefes de secção. Entrar às 7 horas sempre que a empresa decide, caso contrário, quem não concordar, é de imediato reportado ao superior (os DM) e tratado em conformidade com os recursos humanos (se é que me faço entender). São ameaçados de ficar sem o emprego apenas porque não concordam entrar diariamente às 7h quando a hora de entrada é as 9h ou 10h. (sem ganhar mais por isso obviamente)

      “porque nao falavam com os vossos dm?”
      acho que a minha resposta de cima já responde a isto. Alguém que tenha a ousadia de dizer a um DM que não concorda entrar às 7h sem poder picar o cartão de ponto, será imediatamente posto na lista “a despedir”

      “porque não faziam as vossas folga.??”
      Infelizmente, por causa da falta de trabalhadores nas lojas, muitas pessoas são “convidadas” a irem trabalhar nas suas folgas (sem picar o cartão de ponto obviamente). Caso digam que não (mesmo que a desculpa seja uma consulta médica) esse não é de imediato reportado ao superior e essa pessoa é imediatamente acusada de falta de disponibilidade e terá certamente problemas com isso.

      “Alguém vos apontou uma pistola a cabeça?”
      Bem pior do que apontar uma pistola à cabeça é ser constatemente ameaçado de ficar sem emprego só porque não concorda com isto ou com aquilo. Ninguém é obrigado a trabalhar mais horas, ninguém é obrigado a trabalhar nas folgas. Mas caso não o faça é de certeza transferido para uma loja bem mais longe da sua residência ou em último caso despedido.

      É de lamentar, em Portugal haver uma empresa onde os trabalhadores são obrigados a trabalhar nestas condições. Seres humanos a trabalharem diariamente das 7h da manhã até à hora do fecho da loja, seja ela 20h, 21h ou mesmo 22h. Homens e mulheres que de horário têm direito a 2horas para almoço e muitos não fazem mais do que meia hora porque a loja está sem gente…
      Tudo isto se faz às claras mas sempre sob ameaça de que quem falar será obviamente convidado a sair da emrpesa…

    2. “hahahahaha, camada de otarios”
      Em primeiro lugar só posso lamentar este insulto a trabalhadores que lamentavelmente trabalham em regime de total escravidão.

      “então se estavam a trabalhar contrariados porque trabalhavam??” Porque infelizmente muitos desses trabalhadores precisam do dinheiro que ganham para pagar as rendas das suas habitações, para pagar a sua alimentação e mais importante ainda a alimentação dos seus filhos”

      “fdx alguém vos ia buscar a casa as 7 da manha ?? ”
      Ninguém vai buscar ninguém a casa a hora nenhuma. Simplesmente é um procedimento “obrigatório” para os chefes de secção. Entrar às 7 horas sempre que a empresa decide, caso contrário, quem não concordar, é de imediato reportado ao superior (os DM) e tratado em conformidade com os recursos humanos (se é que me faço entender). São ameaçados de ficar sem o emprego apenas porque não concordam entrar diariamente às 7h quando a hora de entrada é as 9h ou 10h. (sem ganhar mais por isso obviamente)

      “porque nao falavam com os vossos dm?”
      acho que a minha resposta de cima já responde a isto. Alguém que tenha a ousadia de dizer a um DM que não concorda entrar às 7h sem poder picar o cartão de ponto, será imediatamente posto na lista “a despedir”

      “porque não faziam as vossas folga.??”
      Infelizmente, por causa da falta de trabalhadores nas lojas, muitas pessoas são “convidadas” a irem trabalhar nas suas folgas (sem picar o cartão de ponto obviamente). Caso digam que não (mesmo que a desculpa seja uma consulta médica) esse não é de imediato reportado ao superior e essa pessoa é imediatamente acusada de falta de disponibilidade e terá certamente problemas com isso.

      “Alguém vos apontou uma pistola a cabeça?”
      Bem pior do que apontar uma pistola à cabeça é ser constatemente ameaçado de ficar sem emprego só porque não concorda com isto ou com aquilo. Ninguém é obrigado a trabalhar mais horas, ninguém é obrigado a trabalhar nas folgas. Mas caso não o faça é de certeza transferido para uma loja bem mais longe da sua residência ou em último caso despedido.

      É de lamentar, em Portugal haver uma empresa onde os trabalhadores são obrigados a trabalhar nestas condições. Seres humanos a trabalharem diariamente das 7h da manhã até à hora do fecho da loja, seja ela 20h, 21h ou mesmo 22h. Homens e mulheres que de horário têm direito a 2horas para almoço e muitos não fazem mais do que meia hora porque a loja está sem gente…
      Tudo isto se faz às claras mas sempre sob ameaça de que quem falar será obviamente convidado a sair da emrpesa…

      E NISTO VALERÁ A PENA PENSAR?

    3. SIM TINHA O ORDENADO NO FINAL DO MÊS, E A RELAÇAO COM ALGUNS COLEGAS E CLIENTES.
      TIRANDO ISSO NAO ESTOU A VER MAIS NADA. A NAO SER MUITAS HORAS EXTRAS E FOLGAS POR GOZAR, E CHEFES FALÇOS E ARRUGANTES, MALCRIADOS.

    4. Um District-Manager tem que mostrar a sua aptidão, competência e postura, seja em que situação for. Não é com essa ortografia e tom jocoso que certamente demonstrará as (in)aptidões do seu cargo.

      Será que a Staples já paga subsídios aos DM’s que não frequentaram a escola da vida? É que já nem há preço que pague para qualquer formação em boa-educação e respectiva humildade.

      Com calma, Nuno Rocha, não é só da superioridade que se vive. Um superior será sempre um ser-humano. Aqui, na loja 17 ou na Lua.

  24. Eu já fui um desses trabalhadores incomodos estive na Staples 11 anos chamo me Helder Pinho era o numero 198 e confirmo tudo o que foi dito aqui as pessoas trabalham porque precisam e mesmo assim somos escravizadas quando entrei em 2001 na Staples da Circunvalaçao era muito bom um ambiente agradavel ganhava pouco mas dava gosto trabalhar la depois passei para a loja de Leça do Balio e ai sim foi o descalabro fazem coação psicologica com os trabalhadores e quem nao aceitar chega ao fim do contrato e despedido ou se for efetivo como o meu caso tantam mudar de loja se possivel para bem longe. O sr. carlos maia é um fantoche nas mãos do Jose carlos andrade rouba, exige, maltrata os funcionarios somos um numero eeu sei mas tambem somos nos que fazemos entrar o dinheiro la dentro por isso mereciamos mais respeito. Só tenho pena que ninguem investigue a fundo o que se passa porque não é normal

  25. Helder acho que te conheço, ja trabalhamos juntos…

    Obrigado TUGALEAKS por denunciares e preocupares com estas situaçoes tao REAIS E VERDADEIRAS.
    ESCANDALOSO a staples…. nunca mais na vida dassss. Xulos e ladroes.
    Gerentes tipo ORLANDO ALVES Roubam a propria loja e depois denunciam funcionarios. Cuidado muito cuidado!! eu sei do que falo.Palhaços.

    1. sobre a loja de caldas da rainha..alguem por aqui trabalhou la.
      Fui contactada para uma entrevista, mas fiquei assustada com o que vi aqui.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder