Deu 3 tiros e segundos depois deu outros 6. Lembrou-se, só depois do jovem ter morrido, de usar o taeser e de lhe dar um pontapé.

No Canada  são efectuadas com maior regularidade do que em Portugal as chamadas “carreiras de tiro” para que os polícias tenham a pontaria necessária. Assim, torna-se demasiado estranho que mais uma história de violência policial tenha vindo á superfície neste contexto.

 

toronto

 

Ele estava sozinho no autocarro, pelo que não havia perigo para o público, e tinha uma faca. Uma simples faca. Não que estivesse a fazer algo de legal, porque provavelmente não estava, mas eram escusados os nove tiros que levaram à sua morte.

No vídeo, que deve ser visto em HD, consegue-se ouvir três tiros. Passado alguns momentos mais seis tiros. E só depois disso o uso de um teaser.
Segundo o National Post, que recorreu ao vídeo para tentar encontrar as palavras do agente, este parece ter dito “Se deres mais um passo nesta direcção com esse pé [inaudível] morres”.
Segundo o The Young Turks o jovem estava tambéma injuriar os agentes. Será que foi pura raiva?

Segundo os procedimentos policiais, este jovem de 18 anos devia ter levado com um teaser e nunca com nove tiros.
O polícia foi suspenso mas continua a receber ordenado.

 

Nos dias seguintes a esta situação lamentável surgiram protestos em Toronto contra a violência policial. Estes, sob fortes medidas de segurança, continuaram durante dois dias.

 

A violência policial e o uso excessivo de força são temas infelizmente vulgares. O Tugaleaks já tinha denunciado o abate desumano de um cão quando prenderam o seu dono porque estava a fotografar um carro da polícia.

 

 

 

Ver
Esconder