Várias páginas do movimento Anonymous Portugal divulgaram hoje ao fim da manhã informações de veículos que circulam “à paisana” pelas estradas na “caça à multa”.

Pouco passava da uma da tarde quando várias informações com marcas, modelos, cores, matrículas e sítios de alegados carros descaracterizados da PSP e da GNR divulgados nas páginas de Facebook dos vários grupos Anonymous em Portugal.
Dentro destes carros podem estar radares ou servir apenas para “ver” o que se passa na estrada.

Nas várias páginas que divulgaram a informação, pode-se ler que “se eu uso uma mascara para me proteger deste Regime, e sou criminoso, também eles tem que ser desmascarados por andarem á Caça de Multas”.

 

741475Imagem: Público

 

Os comentários e confirmações seguiram-se nas redes sociais. Um utilizador no post efetuado na página Anonymous PORTUGAL afirmou que ” alguns são carros ridiculamente bons. depois dizem que não têm dinheiro”. Outro, na publicação feita pelos SideKingdom12, afirmava que “[t]enho a certeza que com o guito destes carros todos podiam fazer um melhor trabalho de prevenção que não fosse a caça ao guito”

 

Sentem-se perseguidos pelo sistema

De acordo com fonte ligada aos Anonymous Portugal e aos SideKingdom12, [á] semelhança de á quarenta anos atrás, desenvolveu-se entre as forças de segurança o preconceito de que todos os activistas são criminosos, independentemente de se ser activista ou hacktivista, e de se desenvolverem actividades mais ou menos previstas na lei e na constituição, somos ostracismos e perseguidos, existindo por isso a necessidade de protegermos a nossa identidade. Não somos criminosos no sentido de que desenvolvemos actividades criminosas, mas sim porque todo o tipo de contestação ao actual regime é criminalizado, muitas vezes até de forma ilegal, e com recurso a provas forjadas e falsas declarações dos agentes de autoridade, exemplo disto são as ilegais detenções para identificação e já tão conhecida referenciação dos activistas conhecidos, prática esta abolida aquando do 25 de abril e a extinção da PIDE”.

A mesma fonte informa ainda que esta lista “é a última actualização de alguma informação que já existe disponível na internet”.

Os Anonymous lançaram esta acção porque, contaram ao Tugaleaks, “a missão das forças de autoridade deverá primariamente ser preventiva, dissuasora e pedagógica, lucrar com a prática de infracções após cometidas, nada acresce de valor á nossa sociedade, e é apenas mais uma forma de financiamento do sistema corrupto que gere o país. Esta informação foi lançada com o intuito de prevenir os cidadãos e mais particularmente os automobilistas, para que não sejam vitimas das tão habituais “ciladas” armadas pelas autoridades fiscalizadoras, que muitas vezes optam por se esconder atrás de arbustos na caça á multa, ignorando completamente o propósito primeiro e último da sua existência, que é a segurança e defesa dos cidadãos”.

 

Link para aceder à informação

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder