A empresa que desenvolve este sistema chama-se Abraxas e é composta por ex agentes da CIA. Ćonta já com mais de 500 câmaras ligadas em alguns “clientes” como casinos.

São câmaras que fazem parte do programa TrapWire e alguns estabelecimentos como os Casinos já aderiram a este sistema.
Além de recentemente este sistema ter sido divulgada pela Wikileaks, esta informação também já tinha sido veiculada por e-maails leakados da empresa Stratfor pelo coletivo Anonymous em 2010. pode ler-se num e-mail de um funcionário o seguinte texto.

God Bless America. Now they have EVERY major HVT in CONUS, the UK, Canada, Vegas, Los Angeles, NYC as clients.

 

TrapWire: o sistema de vigilância melhor que o reconhecimento facil na mira dos Anonymous

 

Neste documento, conseguimos entender o “diagrama” do programa que se mostra como uma ferramenta de “pre-terrorismo” e que pretende “proteger infra-estruuras críticas”.
Existem ainda um mapa criado pelo colectivo Anonymous onde pretendem colocar a localização das câmaras.

Num comunicado do colectivo Anonymous pode ler-se não só acções de divulgação como promessas de encontrar e destruir os servidores onde os dados estão alojados. E pelo que conhecemos deste colectivo activista, nada é impossível quando a causa é justa.

 

Ver
Esconder