Uma falha descoberta em 2012 foi agora exposta novamente para incentivar as pessoas a actualizarem o firmware. Existe um site que mostra a localização das câmaras.

A pouco e pouco estas câmaras estão a ser desligadas, ou seja, o firmware actualizado. Mas nada disso deixa passar o facto de durante um ano, estas câmaras terem continuadamente transmitido informações, via Internet, para quem as quisesse ver. Sem qualquer password, com apenas um browser e o IP afectado, consegue-se aceder em tempo real à câmara e saber a sua precisa localização.

 

Falha deixa câmaras de vigilância por todo o mundo expostas sem ser preciso passwords
O Tugaleaks encontrou no dia de ontem quartos de bebés, empresas, escritórios de informática, pessoas acamadas e até casas de prostituição.

A empresa TrendNet lançou uma actualização de firmware mas poucos são as que o actualizaram.

Existiu um site com uma API do Google mais onde clicando num pin se abria o streaming, mas devido aos Termos de Serviço do Google esse site foi encerrado. Existe ainda um pastebin com várias câmaras, a maioria delas a funcionar.

Comentários

Responder a Anónimo Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder