Loading...

Em França, já existem universidades a formar anti-hackers. As grandes empresas aderiram e empregam estes profissionais da Internet mal completam o curso.

Na Université de Valenciennes, uma universidade em França, existe desde 2006 um curso para formar hackers. O curso chama-se CDAISI (contributor to the defense and the intrusion of computer systems) e atrai pessoas de toda a Europa. Na dependência da universidade, situada em Maubeuge, funciona o “temido” serviços que atrai hoje em dia as ateções das grandes corporações.

 

Universidade Francesa tem cursos de anti-hackers desde 2008

 

“Nós ensinamos-lhes as técnicas usadas por hackers porque é essencial construir uma defesa com base no que os hackers fazem. Somos chamados de hackers éticos, fazemos protecção aos computadores”, explica Ebel Franck responsável pelo treino, a um jornal francês

“Tivemos que mudar o nome do curso para não ter hacker no nome, ou iria dar problema”, ri Jerome Hennecar que afirma que “fomos pacientes, mesmo quando fomos chamados à polícia” para prestar declarações sobre este curso.


Aprendizes te hackers tentam, dia após dia, destruir as “fortalezas virtuais” que os professores desafiam e ensinam, tal como afirma Fabien, aluno de 22 anos, que explica que “pode demorar quase três dias a detectar uma falha quase indetectável”.

E o leitor, apetecia-lhe ir aprender para esta universidade?

Comentários

Loading...

5 Comments

    1. Existe o curso de engenharia de comunicações na universidade do Minho que tem uma excelente componente de segurança e prevenção em redes.

  1. Existe uma Licenciatura na estgf(IPP) em Segurança Informática em Redes de Computadores. Pouco conhecido pois só existe a 3 anos, mas bastante bom para quem gosta da área.
    Vejam “http://www.youtube.com/watch?v=K1BYvQdOkYk”

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *