Parece surreal, mas os Estados Unidos têm uma lei que permite ao presidente ordenar o “kill” a uma pessoa sem haver julgamento. Assustador? Parece-nos que sim.

 

Estados Unidos podem matar pessoas sem julgamento

 

Para esse efeito, o governo dos USA – e não os tribunais – têm que ter três coisas a favor deles: haver pelo cidadão uma ameaça iminente aos Estados Unidos, não haver de forma fiável opção de o capturar vivo  e ser consistente com as “regras de guerra” praticadas nos países onde os Estados Unidos já “invadiram”.

O responsável do Departamento de Justiça, Eric Holder, explicou à imprensa que as preocupações dos grupos pro-vida são infundadas uma vez que é necessária autoriza~çao de um Tribunal Federal antes do Presidente Barak Obama poder dar a ordem para executar alguém em solo Americano. Mesmo assim, os movimentos e associações continuam desconfiados.

Esta medida pode afetar gravemente as pessoas de origem Islâmica ou Árabe, segundo os movimentos pro-vida.

Ainda segundo Eric Holder, “”Any decision to use lethal force against a United States citizen – even one intent on murdering Americans and who has become an operational leader of al-Qaida in a foreign land – is among the gravest that government leaders can face”.

Será que isto pode ser o destino de Bradley Manning e Julian Assange? Neste mesmo link podes também ver um exemplo prático que já aconteceu.

Estamos perante uma nova ordem mundial?

 

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver
Esconder