Alegadamnete o cidadão não quis mostrar documentos. Na verdade, foram cerca de 20 agentes para deter um único cidadão. Uso excessivo de força ou apenas empenho?

 

PSP na Morais Soares

 

Foi na Rua Morais Soares em Lisboa. O incidente durou poucos minutos minutos, tendo este vídeo relatado os acontecimentos mais importantes. No vídeo pode-se ouvir o descontentamento dos populares e o cidadão sempre a chamar pelo filho.
Neste momento existem várias hipoteses sobre o que aconteceu. Segundo mensagem enviada ao Tugaleaks de forma Anónima, a história é contada da seguinte forma:

“apóss escutarmos um cidadao na rua a acusar um policia por lhe ter tirado documentos pessoais da mao sem autorização, assistimos a todo um aparato policial que é chamado para deter um cidadao que trazia consigo o seu filho.
toda a rua assistiu enquanto cerca de 20 agentes cercaram o cidadao e lhe tiraram a criança aos gritos em panico do colo.
antes do inicio da gravaçaao já nos tinhamos dirigido ajanela devido ao ruido e escutamos:
“eu vi logo a sua pinta (diz o cidadao para o agente aos gritos), veio logo para cima de mim e tira-me os documentos na mao sem mais. isto não é assim! vocênao pode fazer isso. o documento é meu, se quer ve-lo pede-mo, se quer tirar copias tira, mas nao me tira o documento da mao porque este é meu e só meu”
Nao vimos em momento algum qualquer tipo de abuso por parte do cidadao que justificasse esta reacção por parte dos agentes. toda a Morais Soares parou e assistiu enquanto uma carrinha cheia de agentes mais 2 carros patrulha e um clio à paisana cercaram o cidadao.
houve gente indignada que tentou parar a policia mas foram rapidamente afastados.”

Na eventualidade de um agente nos pedir a identificação, nos termos da lei, somos obrigados a dá-la. No entanto, não pensamos que se não a dermos sejam precisas 20 pessoas para nos “prender” e fazer uma cena destas à frente de uma criança.

Caso não consigas ver o vídeo, usa este link.

Ver
Esconder